Flash Forward - Robert J. Sawyer.

Título: Flash Forward.
Original: Flash Forward.
Autor: Robert J. Sawyer.
Editora: Galera Record.
Nota: 2/5.

O que faria se tivesse um vislumbre trágico do seu próprio futuro? Tentaria mudar as coisas, ou aceitaria que o futuro é imutável? Em Flashforward - Presságio do Futuro, é iniciada uma experiência científica que conduz ao inesperado: o mundo inteiro cai inconsciente por instantes e todas as mentes são projectadas vinte anos no futuro. Quando a humanidade desperta, o caos impera por todo o lado: carros arruinados, cirurgias falhadas, quedas, destruição em massa e um elevado número de mortes. Mas esse é apenas o início. Passado o choque das visões, cada indivíduo tenta desesperadamente evitar ou assegurar o seu próprio futuro vislumbrado… Expondo as perspectivas de várias personagens, Robert J. Sawyer realiza uma brilhante reflexão filosófica sobre viagens no tempo, consciência, destino e o que significa ser humano. “Uma reflexão criativa e profunda sobre o destino, o livre arbítrio e a natureza do universo.” Publishers Weekly "Sawyer apresenta uma abordagem original ao tema das viagens no tempo numa história que explora as consequências de se conhecer o futuro. Uma boa escolha para apreciadores de ficção cientifica." Library Journal (SKOOB)

Eu admito que sempre comparo os livros com suas respectivas adaptações para o cinema e seriados. No caso desse livro, eu acabei por assistir a série de tv antes de poder lê-lo. Eu adorei a série, que infelizmente foi cancelada com apenas uma temporada, e esperava de verdade que o livro também fosse igualmente do meu agrado. Daí no meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho (?).

O livro conta sobre o que aconteceu no dia do blackout e depois dele. Lá estavam os queridos cientistas a fazer uma experiência que acidentalmente acabou por causar esse ‘apagão’, um total de dois minutos e dezessete segundos, foi o quanto a população de todo o mundo apagou e visualizou o seu futuro dali a vinte um anos. De imediato, isso significou para o mundo várias mortes, já que aviões caíram durante esse tempo, carros colidiram e todo outro tipo de coisa. Mas o que poderia significar em logo prazo para essas pessoas as visões que tiveram de si mesmas, sendo estas boas ou ruins? É isso, acho que só.

Li esse livro em um dia, olha que rapidez, só que infelizmente não consegui gostar tanto como eu esperava. É narrado em terceira pessoa, tendo assim a possibilidade de nos mostrar o que está acontecendo com as pessoas envolvidas e tudo isso e como elas estão assimilando o que aconteceu. Enquanto a narrativa...bom, esse detalhe foi o que praticamente levou a minha leitura a esse fim não desejado (entre outros motivos). Tem muitos, muitos, muitos detalhes científicos e principalmente sobre física. Tenho muito respeito por quem entende e gosta dessas coisas, teorias e afins, porém não era minha matéria favorita no colégio e admito que não me lembro de praticamente nada. Triste, porém verdade (?). Enfim, entendo que precisava ter esses detalhes no livro devido ao experimento que estava ocorrendo e pelos personagens trabalharem nesse local, mas acabei me estressando com o passar das páginas apesar das explicações. Não entendia nada. Talvez o fato de eu não gostar desse assunto me fez ter o mesmo sentimento pelo livro, creio que foi isso. De todo jeito, isso me incomodou e fez minha leitura ser menos proveitosa. Uma pena.

Gosto muito desse lance do blackout e das pessoas verem como estarão dali vários anos. Imagine o impacto que isso teve na vida delas! Imagine, se você visse um futuro promissor e feliz, tudo bem, porém o que faria se visse uma coisa totalmente diferente do que você imaginou/pensou? Então essa trama é muito interessante, adoro. Foi disso basicamente que eu gostei mais (?). O final foi pouco explorado, acho que poderia ter sido de uma maneira diferente, mas não foi de todo ruim.

As personagens dividiram um pouco a minha opinião. Lloyd Simcoe é um dos responsáveis pela tal experiência. A visão que ele teve acabou por influenciar não somente a si mesmo, mas também sua noiva, Michiko Komura. Eu acho que não vou comentar sobre as visões que eles tiveram, creio que seja um pouquinho spoiler demais. Enfim, o que ele viu o deixou indeciso sobre o futuro, principalmente devido a algo que aconteceu com ele no passado. Não gostei dele, o achei um tanto confuso e estranho, não consigo explicar direito, porém não gostei, ponto final (?). A noiva dele é um pouco melhorzinha, ela sempre dizia o que estava nas entrelinhas dos pensamentos do noivo e teve muita força de vontade para continuar com a vida depois do que lhe aconteceu durante o blackout. Então, creio que ela foi a melhor personagem desse livro, mesmo não sendo assim tão demais (?).

Ainda tem o grego Theo Procopides, que é o cara que tem a trama mais bacana do livro. Ele não tem visão nenhuma durante o blackout e então vai buscar o que isso quer dizer, e quando descobre se aprofunda ainda mais nisso tudo para tentar reverter o futuro. Mas será que conseguimos mudar o futuro ou ele já está escrito no livro sagrado de forças superiores que foi escrito ao seu nascimento? Não posso falar o que ocorrer no livro, já que isso seria um spoiler, mas não concordo muito com o que de fato aconteceu (?). Voltando ao Theo, apesar da trama dele ser bacana, eu não gostei de fato dele; o achei invejoso, apesar dele ter melhorado esse probleminha depois.


Resumindo: não consegui gostar tanto do livro quanto eu gostaria, o que foi uma pena. A trama é boa, porém me incomodou muito o fato da física e das teorias que nunca entendia. Personagens não colaboraram muito também, mas enfim, ta bom. Recomendo, apesar dos pesares, é um livro de ficção científica e que acho que os fãs do gênero possam gostar. Espero que possam curtir mais do que eu. É isso por hoje, esgotei as ideias. Fim.

23 comentários:

Princess Teens disse...

Uhu, que legal! Queria terminar a série, mas não encontro mais para assistir (a.k.a não tem no netflix). O livro parece ser bacana, mas não tenho muito interesse de ler agora.

Beijos, Juliana.
http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

Janna disse...

Oi Van, confesso que até acho interessante esse lance de ver o futuro e tal, mas para mim não funcionaria, nunca tive curiosidade e também não faço questão disso, imagina se eu vejo algo ruim, ah não melhor deixar o rio seguir seu fluxo normal...fiquei curiosa a respeito do livro apesar de não fazer muito o meu estilo.
Que pena que não curtiu tanto assim a leitura.

Beijos!!!
@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Rízia Castro disse...

Não faz muito meu estilo de leitura e depois da sua decepção, não vou arriscar a ler!
Livros melhores virão!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Hangover at 16 (contato) disse...

Poxa, que pena você não ter gostado tanto do livro. Também nunca fui fã de física, e continuo me mantendo o mais longe possível dela, mas gostei bastante da sua resenha e do assunto do livro, acho que vou arriscar ficar com um nó no cérebro também, quem sabe vale a pena hahah

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Sabe, tipo assim. disse...

Oii, sou viciada em séries, mas não conhecia essa série ainda. Ou melhor: Não conhecia o livro e nem a série. Acho que é melhor eu ler o livro, antes de assistir a série, né? Talvez não aconteça o que aconteceu com você, de não gostar tanto do livro. Ou você acha que nem vale a pena? ):

Beeijos!

https://sabetipoassim.blogspot.com.br/

Rízia Castro disse...

Não faz meu estilo e nem me arrisco a ler!
Leituras melhores virão!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Priscila Ferreira disse...

Que pena que não gostou muito. Achei interessante, depois irei procurar mais sobre ele.

Senhorita Priscila ,
@priscilafrr
xoxo.

Poliana Araújo disse...

Olá, Vanessa
Tudo bem?
A capa nem me chamou muita atenção então, de cara já não gostei. O gênero também não me parece muito bom, por isso, acho que não leria o livro :c
Amei a resenha!
Beijos*-*
Território das Garotas

Nina disse...

Oi, Vanessa, tudo bem?
É sempre horrível quando um livro nos decepciona, não? Confesso que teorias relacionadas a física também não me agradam muito. Desejo que a sua próxima leitura seja mais agradável que essa.

Beijos,
Nina & Suas Letras

Sofia disse...

Fiquei dividida. A premissa do livro me interessou MUITO, mas sua visão me deixou indecisa. Ainda assim, mesmo querendo muito ler a obra, irei com expectativas mais baixas.

Beijão!

Raquel Machado disse...

Oi flor,
Sabe que isso é um problema as vezes os autores querem explicar demais como as coisas funcionam mas não da muito certo principalmente em questões mais complexas onde geralmente não é muita gente que entende. Uma pena o livro não ter te agradado como um todo. Gostei do enredo porém com esses teus pesares ainda acho que preferia assistir a serie para não ficar viajando tanto. rssr
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

Sil disse...

Então, eu amei essa serie também e não entendi porque cancelaram. Nem sabia que tinha livro. E apesar de você não ter gostado tanto, vou procurar para ler, quem sabe comigo funcione hehehhe.

Blog Prefácio

Julia G disse...

Oi Van, eu não conhecia o livro e pela capa não tive curiosidade nenhuma. Mas depois que você comentou a proposta da história, ficou mais interessante, mesmo que você não tenha gostado tanto assim. Quem sabe eu dê uma chance.

Beijos

Inês Gabriela A. disse...

Eu já li esse livro e, apesar de algumas ressalvas, gostei bastante.
Achei o final uma loucura, uma das partes que menos gostei -_-.

memorias-de-leitura.blogspot.com

marla disse...

Não conhecia o livro, mas já tinha ouvido falar da série, para ser sincera não sou muito fã de ficção cientifica então não sei se esse livro me agradaria.

*bye*
http://loucaporromances.blogspot.com.br/

Nana ~* disse...

Hey
Vishe, eu já sou ao contrário. Quando não gosto de um livro demoro uma vida pra terminar.

Eu achei a série mais ou menos, tinha atores q eu não gostava.. kkk mas o final me deixou curiosa pra esse danado de livro.

Não ia me dar bem com essa questão da física, faltava aula na escola -q kkkkkkkkk

bjs e uma ótima quinta
Nana - Obsession Valley

Juliana Kobayashi disse...

oi ^^
Eu li a sinopse e fiquei: nossa, preciso ler esse livro! Então comecei a ler a sua opinião... bem, eu curto ficção científica, e essa coisa de viagem no tempo MAS eu também odeio física, não lembro de bulhufas da época do colégio e lembro que não acertei uma questão dessa matéria no meu vestibular (e eu tinha achado que seria de matemática que eu iria zerar).
Eu nunca vi filme ou seriado relacionado a esse livro então não tenho com o que comparar, e apesar de não ter te agradado tanto eu daria uma chance a leitura.

tem postagem nova no meu blog
bjs

-TÍTULOS DE LIVROS

Karine Marinho disse...

Eu acho que seriados bem feitos sobre livros acabam, na maioria das vezes, estragando os livros. Porque há sempre mts mudanças e uma série de expectativas. Confesso que não conhecia nenhum dos dois.
Beijos,K.
Girl Spoiled
http://girlspoiled.blogspot.com.br/

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Já tinha lido uma resenha desse livro, mas ele não me chamou a atenção.

Que pena que vc não anda tento muita sorte com suas leituras =(

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Matheus Frizon disse...

Oi Vanessa, amo livros de ficção cientifica, não conhecia esse livro, é uma pena que a coisa não tenha funcionado muito para você. Adorei a resenha, seu blog é muito legal! :P

Abraço,
Matheus.
http://paradoxoemserie.blogspot.com.br/

Rayra Mirelem disse...

Uma pena você não ter gostado, o livro tinha tudo para proporcionar uma leitura maravilhosa.

Beijos, Paradoxo Perfeito

Vanessa Vieira disse...

Gostei da resenha Vanessa, mas não sei se leria o livro. Não faz muito o meu estilo... Beijo!

www.newsnessa.com

Sora Seishin disse...

Oi Vanessa!
Eu também gostava bastante da série de tv, pena que ela terminou tão cedo.
Gostaria de ler o livro para saber como tudo começou!

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

 
Layout de Giovana Joris