Caçadores de Tesouros - James Patterson e Chris Grabenstein com Mark Shulman.

Título: Caçadores de Tesouros.
Original: Treasure hunters.
Autores: James Patterson e Chris Grabenstein com Mark Shulman.
Ilustrações por: Juliana Neufeld.
Editora: Novo Conceito.
Nota: 3,5/5.

CAÇAR TESOUROS? ENFRENTAR PIRATAS? MOLEZA! ESSA TURMA É RADICAL! Os pais de Bick Kidd são caçadores de tesouros mundialmente famosos, que desapareceram misteriosamente. Agora, Bick e os seus irmãos Beck,Tommy e Tempestade precisam cumprir a última grande missão de seu pai e sua mãe. Mas a vida dos garotos corre perigo agora que eles estão sozinhos no meio do oceano. Junte-se a esta aventura, na mais perigosa e divertida caçada da sua vida!  (SKOOB)

Li esse livro com um pé atrás, verdade seja dita. Não por ser infatojuvenil, mas sim por ser escrito pelo James Patterson, em parte já que tem mais esses dois caras que ajudaram. Eu li dois livros do Patterson e não curti muito não. Eu gosto até das aparições dele nos jogos de pôquer na casa do Castle no seriado com esse mesmo nome, porém os livros dele ainda não tinham me agradado por completo. Até que então, essa gracinha de livro com lindas ilustrações e capa dura mudou um pouco o quadro geral. Ainda bem, eu estava esperando mesmo que esse livro fosse uma boa e agradável leitura.

O livro conta sobre quatro irmãos, Tommy, Tempestade, Beck e Bick, que moram num navio com seus pais e são caçadores de tesouros. Tudo estava lindo até que seus pais desaparecem e eles precisam seguir em frente nos negócios da família e tentando procurá-los, apesar de não ter tantas esperanças de que eles estejam de fato vivos. É basicamente o que eu tenho para falar sobre o livro.

É muito gracinha o livro, apesar dos apuros terríveis pelos quais eles passam. É narrado em primeira pessoa pelo Bick, que é irmão gêmeo da Beck, que segundo ele é a que faz os desenhos das coisas que ele escreve. A trama é interessante (eles moram num navio!), bem leve e engraçada. É um livro que você lê rápido, os capítulos são curtos e ainda tem vários desenhos que, às vezes, cobrem a página toda. Eles passam por muitas aventuras, tentando se manter unidos e na busca pelos pais, porém algumas vezes me parece tão absurdo eles com essa idade fazendo essas coisas. Relevamos esse fato e tudo fica bem, é ficção de qualquer jeito, deixe sua mente viajar. Gostei muito de como eles sempre ficam juntos, se ajudam e sabem explorar a melhor qualidade de cada um. Eles quase nem brigavam, olha que irmãos mais lindos de todos. Os únicos que brigavam era os gêmeos, na verdade eles chamavam isso de Tagarelice dos Gêmeos e geralmente terminava com ambos se desculpando e pronto. Lindos, não? Mas eu duvido que irmãos sejam sempre assim, eu vivo brigando com a minha. E olha que eu só tenho uma, eles são quatro. Vai vendo.

O final é engraçado. Provavelmente vai ter mais livros já que eles ainda têm muitas aventuras para participar e mistérios para descobrir. Espero que todos os livros tenham essa capa dura linda e esse acabamento super bacana que a editora deu. Está de parabéns nesse quesito, adorei. Enfim, o livro é engraçado, rápido de ler e leve, porém é só isso, portanto não merece assim tantas estrelinhas também. Não é de todo ruim, mas não é maravilhoso. É bom, pronto.

As personagens são uma graça, os desenhos de cada um deles são ainda mais. Tempestade é a irmã mais inteligente. Ela tem uma memória ótima, gravando tudo o que já viu ou leu na vida, então os irmãos sempre precisam bastante da ajuda dela. Foi dela que eu mais gostei também. O Tommy é o irmão mais velho, que tem um corpo super definido e todas as garotas por onde eles passam o adoram. Sério, não estou brincando. Ele é o responsável por comandar o barco na ausência dos pais já que é o que mais entende desses assuntos. Beck é a gêmea desenhista. Ela é muito teimosa, creio que até um pouco pior do que seu irmão gêmeo, o Bick. Eles são as partes engraçadas do livro, principalmente quando entram nas suas tagarelices infinitas ou quando fazem comentários aleatórios durante a narrativa. A ligação entre eles parece ser muito forte, mas isso é óbvio já que eles são gêmeos. E mais uma vez digo que irmãos gêmeos precisam ser mais abordados na literatura, eles são tão legais!


Resumindo: gostei do livro, bem divertido e leve, uma leitura rápida e proveitosa para fugir dos livros mais pesados. Gostei, recomendo. Ainda não me convenci de que James Patterson escreva super bem, mas esse livro me de um pouco mais de esperança. Espero poder ler mais livros do autor e gostar, de verdade. É isso por hoje leitores, obrigada por lerem, fim.

8 comentários:

Poliana Araújo disse...

Oi, tudo bom?
Eu não conhecia esse livro do James, mas quando é infantojuvenil, me empolga mais, como você falou não sou muito fã do James, mas gosto muito dele fazendo romance.
Gostei da resenha, com certeza irei dar uma chance pro livro.
Bjs*-*
Poliana Araújo
Território das Garotas
twitter

Inês Gabriela A. disse...

Eu confesso que li esse livro receiosa também, justamente por ele ser do James Patterson. Mas adorei a trama, achei leve, divertido, imprevisível e bem escrito. Melhor livro que li do autor.

memorias-de-leitura.blogspot.com

Sofia disse...

Só li um livro do James Patterson, O Diário de Suzana para Nicolas, e gostei bastante. Mas confesso não ter tanta vontade de ler seus infatojuvenis e policiais (apesar de amar os gêneros). Estou meio desconfiada com esse livro, mas quem sabe...

Beijão

Natália Alves disse...

Estou com você nesse "pé atrás" com o James Patterson. Não consegui gostar de nenhum dos livros dele que li. Pausa para um comentários aleatório: amo Castle <3
Pelo visto esse autor adora história com gêmeos de nomes parecidos (o que, em Bruxos e Bruxas, me confundiu à beça).

Apesar da sua resenha positiva sobre esse livro ainda não tenho certeza se vou ler.

Beijo,
Naty.

Hangover at 16 (contato) disse...

Olha, eu não tinha grandes esperanças com esse livro, mas eu realmente adorei a sua resenha, e to pensando seriamente em dar uma chance pro livro. Vai que acaba me encantando tanto quanto foi contigo né, haha

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Angela Graziela disse...

Estou com o livro aqui
Ele é lindíssimo
A novo conceito caprichou
Só não li ainda por falta de tempo
Já estou seguindo *~

Beijos
|•| http://pocketlibro.blogspot.com.br

Amiga da Leitora Thais disse...

hahaha, tbm tenho minhas duvidas quanto a James Peterson ser tudo isso. Estou ansiosa por este livro pois afinal e conta ele chama muito a atenção, não tem como negar. O esquema é entrar na leitura sabendo que se trata de um livro voltado para o publico infanto-juvenil né! Adorei a resenha, como sempre, me divirto sempre que leio seus post.

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Janna disse...

Oi Van, essa é a segunda resenha que leio do livro e as duas foram super positivas, quero muito ler o livro e conhecer as aventuras desses irmãos, principalmente dos gêmeos.
Gostei muito da resenha.

Beijos!!!
@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris