The 100: Os Escolhidos - Kass Morgan.

Título: The 100 – Os Escolhidos.
Original: The 100.
Autora: Kass Morgan.
Editora: Galera Record.
Nota: 2.5/5.0

Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida. (SKOOB)

Assumo que estava um tanto animada para esse livro, já que parecia meio apocalíptico e imaginei mil e uma coisas que poderiam acontecer quando os cem fossem enviados para a Terra e... bom, não aconteceu tudo o que eu imaginei, é claro. Mas uma coisa eu aprendi com esse livro, não importa quantos anos se passe, a humanidade ainda vai continuar fazendo as mesmas burradas de sempre. Impressionante (?).

O livro se passa em um futuro tão tão distante. A Terra não é mais habitada desde a guerra nuclear que a devastou e encheu nosso planeta com radiação e afins. Então, as pessoas estão agora morando em espaçonaves bem distantes da Terra a fim de poder sobreviver e perpetuar para todo o sempre. Ninguém nunca voltou para o planeta, mas agora cem delinquentes juvenis foram escolhidos num jogo de pedra-papel-tesoura mentira essa parte para irem até o planeta e verem se está pronto para voltar a ser habitado. Tiraram a sorte grande, que pessoas sortudas indo nessa missão praticamente suicida. É isso que tem pra hoje na sessão sinopse, vamos pro próximo parágrafo.

Então, eu gostei do começo do livro. A trama é boa, tem um pouco de ficção científica com apocalipse e distopia (?), não consegui encaixar em uma categoria apenas. A escrita é boa, narrado em terceira pessoa e cada capítulo mostra a visão de um dos quatro protagonistas (Clarke, Wells, Glass e o Bellamy). Nos capítulos ainda tem um flashback de cada um para mostrar como era a vida deles antes e como chegaram até onde estão. Gostei disso, gostei de verdade. Daí então veio o problema: muito enfoque nos personagens e na vida amorosa deles, e pouco em todo o cenário apocalíptico ou então no dia a dia da nave (já que a Glass está na nave). Eu gosto de romance gente, não achem que eu tenho um coração peludo (?) talvez um pouco, mas chega uma hora que é demais e eu não agüentava mais todo o mimimi deles. Então isso deixou a desejar e infelizmente não consegui curtir o livro tanto quanto eu queria.

Também achei que poderia ter tido mais cenas de ação. Todo o tempo que mostra o pessoal na Terra eles estão no mesmo lugar! Ok, tem um pessoal ferido e eles precisam cuidar deles, mas pelo amor, manda alguém ir vasculhar o local, faz um negócio decente. Isso me dava nos nervos. Humanos muito acomodados depois de ficarem tanto tempo longe da Terra. Não teve um aprofundamento tão grande nessa parte quanto poderia ter tido, infelizmente.

O final foi um pouco revigorante e me fez ter um tantinho de fé de que o próximo livro talvez tenha uma abordagem melhor. Mas, sabe como é, melhor evitar ficar com esperanças demais, isso nunca é bom. Então pelo menos o final foi bom.

Os cem escolhidos para irem até a Terra eram jovens que estavam presos e que logo poderiam ser perdoados, ficando livre, ou então morreriam. Acho que todo mundo deve saber que o governo estava muito mais propenso para a segunda opção, né? Clarke foi presa por traição, mas de cara não sabemos o porque disse e nem como isso está relacionado ao se ódio por Wells, que era seu namoradinho antes. Ela é uma personagem forte, porém também é explosiva e bipolar. Não deveria ter sido a protagonista no meu ponto de vista, a Glass é melhor do que ela, prontofalei. O Wells é filho do todo poderoso lá da nave e acaba indo para essa expedição no último minuto, quando descobriu que Clarke estava lá e que essa poderia ser a chance dele reconquistá-la. Que lindo, né? Mas ele precisa ralar muito, já que ela não está nada propicia a dar essa segunda chance. Eu gostei dele, só o acho muito mandão, entretanto isso foi bom para colocar a ordem nas coisas vezes ou outras. Imagina um bando de jovens largados sozinhos da Terra gente, confusão na certa.

Bellamy é outro que acaba por entrar nos últimos minutos, literalmente dessa vez, para proteger sua irmã que está entre os escolhidos. Ele é duro na queda, um dos únicos que tem coragem o suficiente para mostrar seus instintos de sobrevivência. Só que apesar de tudo, eu não gostei dele e nem do triângulo amoroso que ele se envolveu. Não fazem triângulos amorosos como antigamente (?), triste. Glass, diferentemente dos outros, acaba por escapar antes da partida para a Terra e ficando assim na nave. Eu gostei dela, foi a única, aleluia. Achei a trama dela mais interessante, apesar de ir se enfraquecendo e daí no final ficando boa de novo. A autora poderia dar mais enfoque na parte dela no próximo livro.


Resumindo: gostei do livro na medida do possível, mas muitas partes me decepcionaram e me fizeram acreditar que poderia ter sido melhor. Apesar disso, eu recomendo. Ainda não assisti a série de tv com o mesmo nome que foi inspirada no livro, então não posso comparar, infelizmente. Adoro comparações. Se eu não me engano The 100 é uma trilogia, então podemos ai esperar mais dois livros e torcer pelo melhor. É isso por hoje, the end.

9 comentários:

Sil disse...

Acho ruim quando tem muita propaganda em cima de um livro. A nossa expectativa vai lá nas alturas e acaba acontecendo isso, decepção. Tenho vontade de ler, mas ou esperar a poeira baixar um pouco.

Blog Prefácio

Vanessa Vieira disse...

Gostei da resenha Vanessa. Só ouço elogios a respeito tanto do livro quanto do seriado, e se tiver a oportunidade, pretendo lê-lo. Beijo!

www.newsnessa.com

Alice Aguiar disse...

tipo n é algo q me interesse no momento, acho que ja tenho tanta coisa pra ler q esse n me chamou a atenção.
Seguindo o Coelho Branco

Juliana Kobayashi disse...

oi ^^
Concordo com você em algumas coisas mas discordo de outras. Eu confesso que ele deveria ter mais ação e que as vezes passam muitas páginas e parece que não aconteceu nada de novo... O romance também, ficou meio vai e volta e as vezes esquisito... mas Wells se provou um verdadeiro psicótico no final e isso me deixou curiosa para o próximo!
As pessoas de fato chegaram e ficaram meio perdidas e bundonas por tanto tempo passado na nave... mas Bellamy saiu para caçar e explorar e apesar de você não ter gostado dele (nem eu as vezes) eu tenho esperança nesse personagem. Os momentos feedback dele foram fodas! E eu amei Glass também, fui pulando o capítulo de td mundo e lendo só o dela para saber oq ia acontecer! kkkkkk
gostei do final como as coisas vão sendo reveladas e fiquei ansiosa para o próximo livro!

Tem postagem nova no meu blog, espero sua visita!
bjinhus

-TÍTULOS DE LIVROS

Telemaco disse...

Ai esse livro, ta me esperando na livraria a dias mas minha promessa de não comprar mais livros ta me segurando ahauhuahuahu
Adorei a resenha

http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

Rízia Castro disse...

Não faz muito meu estilo de leitura, mas fico feliz por você ter gostado.
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Amiga da Leitora Thais disse...

De qualquer forma, ainda estou curiosa pelo livro, afinal, está na boca do povo! rsrsrs ... devo confiar nesse seu coraçãozinho peludo senhorita Vanessa? kkkk ... adoro um romance! haha #prontofalei

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Denise (@dnisin) disse...

Gente, to com medo desse livro, porque eu tava muito empolgada pra ler e agora só tenho lido resenhas falando mal dele. A série me empolgou e to pensando se não seria melhor apenas ver e não ler o livo. :/

Bjs, @dnisin
www.seja-cult.com

Janna disse...

Oi Van, esse livro não faz muito o meu estilo, tanto é que ele foi resenhado pelo Rafa...mas ele também se decepcionou um pouco, acho que por conta da série muita gente começou a ler com muita expectativas...Gostei da resenha...e fiquei curiosa a respeito da Glass.

Beijos!!!
@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris