Cidade dos Ossos (Os Instrumentos Mortais #1) - Cassandra Clare.

Título: Cidade dos Ossos (Os Instrumentos Mortais #1).
Original: City of Bones.
Autora: Cassandra Clare.
Editora: Galera Record.
Nota: 5/5

Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando a jovem Clary decide ir para Nova York se divertir numa discoteca, ela nuca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece no ar e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria (SKOOB).

Terminei esse livro faz uns dois ou três meses já, porém só agora meus sentimentos por ele conseguiram se acalmar o bastante para que eu pudesse escrever essa resenha. Tinha visto muitos comentários positivos a respeito desse livro e o tinha faz algum tempo na minha estante e paguei apenas 4,90 por ele, adoro falar isso, com capa brilhante e tudo, só que nunca tinha tido coragem pra lê-lo. Eis então que resolvi ter coragem e fui pra leitura. Aqui está como eu me apaixonei perdidamente por esse livro e também, admito, pelo Jace.

O livro conta sobre a Clary, uma garota que levava uma vida normal (sempre assim) até que ela resolve ir a boate Pandemônio com seu amigo chato Simon e tem então seu primeiro ‘encontro’ com Jace e outros Caçadores de Sombras. Eis então que ela descobre ter o dom da Visão e se vê dentro desse novo e estranho mundo que ela descobriu. Como se não bastasse, a mãe dela desapareceu e a própria Clary ainda foi atacada por um demônio. Todos querem saber, inclusive ela mesma, porque tanta atenção voltara para ela logo agora. É isso, ficou melhor do que eu pensava que ficaria.

Posso pular toda a parte que falo do livro e passar logo pros personagens? Não, não posso, confirmei aqui (?). Começando do início. Não esperava gostar tanto desse livro assim, assumo. Geralmente quando é muito paparicado, fico com um pé atrás, acho que quase todos ficam, é normal. Acho que fiquei ainda mais com medo, porque li Anjo Mecânico antes e não gostei muito desse livro, então achei que não iria gostar dessa outra série relacionada. Porém, quando comecei a ler, não conseguia mais parar, me vi viciada em um livro e apaixonada pelo mocinho depois de muito, MUITO, muito tempo sem que isso acontecesse. Principalmente de uma série. Achei a trama muito interessante e conseguiu juntar todos esses seres sobrenaturais estranhos, porém sem ficar tão esquisito como em alguns outros livros que eu já li. Conseguiu apesar de tudo criar uma mitologia própria do livro, então gostei disso. O ritmo do livro é muito bom, sempre com muita ação e algum romance também, porque não. Eu adorei, não consigo expressar direito o quanto eu amei esse livro. Deveria ter lido antes, com certeza, estou arrependida. Mas antes tarde do que nunca.

Minha irmã me preparou para a bomba que ia acontecer perto do final, mas eu achava que era coisa pouca, sabe? Daí eu estava enganada. Ainda não estou assimilando essa história direito, no momento eu fiquei bem histérica e falei ‘PORQUE Ó CEUS, POR QUÊ?’. Sabe, coisa básica que todo leitor já passou na vida quando algo desse tamanho acontece na vida dos personagens do livro em questão. Por causa dessa virada tamanha que aconteceu no final do livro, e pela qual eu não estava esperando e nem preparada, eu não tinha consegui escrever essa resenha sem sofrer ou ficar indignada. Isso nunca aconteceu com meu casal preferido, algo inédito, mas já era de se esperar, sempre que eu gosto de um casal tem alguma coisa que os impede de ficar juntos até os próximos livros. Mas nunca isso, né? Faz o favor Cassandra, espero que seja resolvi todo esse drama nos próximos livros, que eu ainda preciso ler, estou providenciando (?). Sou toda atrasada com séries, já me conformei com isso. Enfim, é tudo muito bom, eu gostei de tudo, acrescente todos os elogios possíveis aqui e pronto (?). Preciso ainda falar da Idris, que é a cidade, o lar, deles. Sempre que eles falavam desse lugar, eu me lembrava do Doctor, de Doctor Who falando do planeta dele. Viu, relacionei com um dos meus seriados preferidos, tinha como não amar esse livro?

Personagens, chegou Vou falar da Clary primeiro, a nossa protagonista. Eu gostei bastante dela, achei que foi bem desenvolvida e que tem muita garra e coragem. Ela é uma baita de uma mocinha, não fica chorando aos quatro cantos e não deixa os outros fazerem tudo por ela, ela enfrenta. Adorei a Clary, de verdade. Porém fico agradecida pelo livro ser narrado em terceira pessoa e não por ela, de verdade, acho que se fosse assim eu poderia gostar menos dela. Ou não, sei lá. Enfim, gostei de ver como ela foi se introduzindo nesse novo mundo e aos poucos descobrindo mais sobre o seu papel nele. Achei digno. Ela tem um amigo, o Simon, que eu simplesmente não gostei. Sempre tem algum que eu não gosto nessas séries e nesta é o Simon, por enquanto. Ele é muito prestativo e está sempre ajudando a Clary, porém não consigo não odiá-lo um pouco, mesmo sem um motivo muito aparente pra isso. Acho que ele ainda terá um potencial muito bom na série e talvez eu venha a gostar dele, ou talvez a odiá-lo ainda mais. Tudo por acontecer em séries de livros, queridos, essa é a vida literária. Esqueci de falar do Instituto, que é tipo uma escola/casa/proteção/tudoemum onde os Caçadores de Sombra moram. É lá que estão os dois irmãos gracinhas, Isabelle e Alec. Eu adorei os dois, apesar de serem um tanto importunos em alguns momentos. A Isabelle é girl Power, a única menina ali no meio (agora não mais porque a Clary está se intrometendo) e ela é sensacional. Eu a adoro, pronto. O Alec é meio drama Queen, principalmente em relação a Clary e o Jace estando sempre juntos, já que ele é o parceiro dele e blábláblá. Não quero revelar muitas coisas pra não estragar sua leitura, caso você ainda não tenha lido. Preciso ainda citar o magnífico Magnus Bane. Eu nem sei o que falar dele, só sei amar, pronto, ta explicado .

Ta faltando alguém, né? Eu sei. O Jace é o nosso mocinho, nem tão bonzinho assim, e eu simplesmente amei loucamente o personagem . Isso é algo que vocês não veem muito por aqui, geralmente os mocinhos não chegam a esse nível de amor que o Jace chegou. Ele é um Caçador de Sombras, caça demônios, e vive jogando seu charme e sarcasmo para todos os lados. Eu acho que foi todo esse lado sarcástico que me fez gostar tanto assim do personagem. Algumas vezes ele chega até a ser irritante de tão sarcástico, mas isso não me fez amá-lo menos, pronto. Enfim, meu personagem favorito. Espero que não me irrite com ele no segundo livro e que não tenha a famosa ‘Maldição do Segundo Livro’, que parece se alastrar bastante. Oremos, eu pelo menos irei (?).


Resumindo: incrível, super recomendo essa série. Eu na verdade recomendei pra minha amiga Brenda e ela adorou o livro. Eu falei que era bom e é muito bom mesmo. Se ainda não leram, leiam. Sei que nem todos vocês são atrasados com séries como eu. Enfim, é isso, a resenha ficou enorme, vou encerrando por aqui, fim cheio de corações essa resenha.



17 comentários:

Dudi Kobayashi disse...

Primeiro: QUE BARATO VC PAGOU! *invejinha* com a capa holografica ainda! Eu paguei super caro no meu na epoca! kkkk Eu já li quase td a série, falta o último livro que comprei em pré-venda, mas estou adiando... kkkk
Bem, eu no começo tinha um pouco de raiva do Simon, mas mais porque ele se deixa ser usado. Contudo, ele é mto prestativo e fofo, e n tem como n torcer por ele. Ele comete uns erros ou outro, mas nada que justifique raaaaiva, sabe? Eu acho a Clary meio bobona as vezes. Jace é um fofo, apesar dessa pinta que ele tenta manter. Alec tem seus motivos para ser nojentinho kkkk e Bane é amor <3
Fico feliz que vc tenha gostado e eu tenho crtz q vc vai se surpreender ainda mais! Eu quase pirava com as reviravoltas no enredo kkkkk

tem postagem nova no blog
bjinhus
http://dudikobayashi.blogspot.com.br/

Dudi Kobayashi disse...

mimimi
Eu escrevi um comentário enooooorme e deu um bug na hora do envio ._.
Bem, eu tinha dito que estava morrendo de inveja por vc ter pago só 4,90 no seu livro e ele ainda tem a capa holográfica, já que eu sempre paguei muito caro nos meus! Eu já li quase a série toda, estou só enrolando no último livro que cheguei de comprar em pré-venda!
Eu gosto muito do Simon hoje em dia, acho que ele é prestativo, atencioso, e ele faz muitas coisas pela Clary. Eu já cheguei em algum momento de não gostar disso, pq ela o fazia de bobo, mas ele é o cara bom, Clary que é um saco as vezes. Jace é um cara suuuper lindo, e fofo as vezes, mas odeio quando ele fica tentando manter aquela pinta dele, agindo feito um babaca. Alec é um chato com o nosso casal, mas coitado, ele tem um motivo para isso! Já Bane é amor <3
Se vocÊ ficou surpresa, bem pode esperar muito mais, a autora sempre faz inúmeras reviravoltas nesse livro, vc nunca sabe o que esperar!

tem postagem nova no meu blog
te espero por la
http://dudikobayashi.blogspot.com.br/

Gabriela Morgante disse...

Sou muito suspeita para falar pois adoro os livros da Cassandra Clare!! Jace é minha super paixão literária (junto com o Jem da outra série da Cassie haha) ele é tudo de bom!
Também adoro o Simon, mas você só vai começar a simpatizar mesmo com ele em Cidade de Vidro.
Amo Cidade das Cinzas, ele passa pela maldição do segundo livro ileso, mas a história é bem complicada... E Jace torna-se muito sombrio. :/ Leia o segundo logo (com todo o seu drama) para morrer de amores por Cidade de Vidro <3

Beijos,

Gabi
Mundo Platônico

Alice Aguiar disse...

eu sou apaixonada por esse livro
adquiri o segundo recentemente e quero ler até o final do ano!

Seguindo o Coelho Branco

Mandy disse...

Que bom que gostou! :) tem muita história ainda pela frente agora lol
Pena que o filme estragou o enredo, e deu de bandeja a dica pro cliffhanger no final. Assim também não pode, fizeram só porque sabiam que a reação se deixassem aquilo lá ia ser explosiva.

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Eu também enrolei um monte para ler esse livro e quando li, fique apaixonada *_______________*

Vou ler o segundo em breve e espero que o Magnus dive muito por que ele é lindo, maravilhoso e amo muito ele rs...

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary


Luiza disse...

AMOOOOOOOOOOOOOOOOOO esse livro.
Bjs
http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

Helana Ohara disse...

Tanta gente gosta desse livro, já li resenhas inspiradoras dele,mas ainda não me motivou a ler!

Beijinhos, Helana ♥
In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

Ingrid Sodré disse...

Realmente, essa série é muito falada e eu também sempre fico com um pé atrás. Na Bienal, foi uma loucura total por causa da presença da Cassandra Clare. Haha Gostei da resenha, parece ser uma história interessante. Ainda não vi o filme, talvez eu assista e se caso me interessar de fato, leia a série.

Ingrid Sodré disse...

Realmente, essa série é muito falada e também acabo ficando muito receosa. Mas aparentemente, é uma leitura que vale a pena. Ainda não assisti o filme, mas o farei e se caso de fato me interessar, lerei a série.

Ingrid Sodré disse...

Realmente, essa série é muito falada e também acabo ficando muito receosa. Mas aparentemente, é uma leitura que vale a pena. Ainda não assisti o filme, mas o farei e se caso de fato me interessar, lerei a série.

Raquel Machado disse...

Oi Vanessa,
Legal ver um livro que vocÊ curtiu por aqui. Li cidade dos ossos há alguns anos já..affs e ainda não li as continuações sim...muita vergonha...lembro que gostei muito do livro, e fiquei muito indignada com a autora pelo que ela fez. Vio filme porém acho que não chegou aos pés do livro, como quase sempre, enfim espero conseguir terminar de ler essa serie logo, já que tenho todos aqui em casa.
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

Liah Nogueira disse...

Hey, Vanessa! :D
Fico feliz por saber que gostou de Cidade dos Ossos, Os Instrumentos Mortais é uma das minhas séries preferidas de todos os tempos - like, EVER! Apesar de eu não ter amado tanto o primeiro - honestamente não comprei o jeito que a Clary aceitou tudo numa boa, eu chamaria todo mundo de louco e piraria umas 3 vezes antes de aceitar o universo dos Nephilim -, gostei mais do segundo e AMEEEEEEEEEI o terceiro. Sério. Você não tem ideia. Se já amou e surtou com esse, Cidade de Vidro vai ACABAR com o seu emocional. É o tipo de livro que realmente te deixa no chão, sem ar, bege e qualquer outro sinônimo que quiser usar. A Cassandra vira seu mundo de ponta cabeça e, quando acha que está se acostumando, ela vai e vira tudo de novo! Por isso, mesmo que trave um pouquinho no segundo, faça um esforço para continuar, porque Cidade de Vidro mais do que vale a pena. E sim, o Jace é um lindo, o Jace é amor, o Jace é <3 <3 <3 <3
E poxa! Que pena que não gostou de Anjo Mecânico :/ Terminei a trilogia As Peças Infernais há pouco e achei ainda mais "AAAAAAAAAH *------*" que Os Instrumentos Mortais, Princesa Mecânica acabou comigo. Não sei se é o caso de tentar novamente ou realmente não tem jeito, mas vale bem a pena :D
Beijos e ótima semana!

Falando nisso, tem resenha de "Anjo Mecânico" no ar, não deixe de conferir <3
Confissões de um Leitor

Julia Moraes disse...

Mds, eu sou uma pessoa extremamente do contra KKKKKKKK Então, no começo dessa série, eu estava tão apaixonada como vc está (pelo Jace, senhor, como não se apaixonar?), mas aí, eu fui lendo o resto dos livros da série, e não sei pq, eu parei de ficar tão animada assim, sla, só parei de curtir tanto assim, acho que devo ter enjoado da narrativa, não sei kk Uma decepção que eu tive com essa série foi o filme, eu não gostei da adaptação meio mal feita que fizeram. No livro, a Clary é mais corajosa, tem mais personalidade, e é melhor. Já no filme, ela parece mais um ratinho amuado que depende demais, achei muito fraco o filme, devido ao jeito que deram a personagem, e a adaptação mal feita, a única coisa que gostei no filme foi o Jace, porque o ator era um gatinho kkkkkkkk o resto eu achei +/- Saiu agr a notícia de que esses livros irão virar série, espero que seja melhor que o filme, que siga mais os livros e tal.

Sil disse...

Só quero dizer que eu vi o Jace primeiro e ele já é meu faz tempo hehehe. Eu gostei muito dessa serie apesar das criticas. Li até o terceiro, mas tenho todos aqui. Estou tentando ler na ordem em que foram escritos, então comecei a serie As Peças Infernais. O final é realmente de matar, mas fui correndo ler o próximo para ver se aquilo continuava hehehhe.

Blog Prefácio

Girlene Viey disse...

Como sempre a historia começa que garota que tem a vida normal depois algo acontece e a historia começa a fica mais interessante! Eu li este livro gostei muuito da historia e não vejo a hora de ler segundo, peguei o primeiro com uma amiga é o segundo sera da mesma forma!

David Galan disse...

Tenho um grande problema com séries em geral, acho que sou mais atrasado que você, primeiro o preço que você pagou e com a capa holográfica é injusto, apenas isso, estou aqui inconformado...kk
A Cassandra é mestre em desenvolver bem seus personagens, criar uma mitologia envolvendo os mais diversos tipos de seres sobrenaturais e dando espaço para cada um deles aparecer na trama, toda a mitologia criada por ela e que fica melhor com os outros livros é sem dúvidas um dos pontos fortes do livro o outro são os personagens, ela conseguiu criar vários e cada um com uma personalidade diferente, pelo menos com um o leitor irá se identificar, espero que quando fizer a leitura goste tanto quanto você, tenho altas e grandes expectativas a respeito desse livro, curiosidade a mil para saber o que acontece no final...

 
Layout de Giovana Joris