Resposta Certa - David Nicholls.

Título: Resposta Certa.
Original: Starter for Ten.
Autor: David Nicholls.
Editora: Intrínseca.
Nota: 3/5.

O ano é 1985. Brian Jackson, com uma bolsa de estudos e ótimas notas, acaba de entrar para a universidade. E parece que finalmente conseguirá realizar um antigo sonho: aparecer em um popular programa de perguntas e respostas na televisão, onde poderá demonstrar todo o seu repertório de cultura geral. Após entrar para a equipe da faculdade e passar pela fase classificatória, Brian se prepara para seu primeiro embate televisivo, ao mesmo tempo em que se vê apaixonado por uma de suas colegas de time: a linda, inteligente e assustadoramente elegante Alice Harbinson. Quando Alice se recusa a ceder aos encantos ligeiramente ansiosos de Brian, ele aparece com um plano infalível para conquistar o coração de sua amada de uma vez por todas. Ele vai ganhar o jogo. A qualquer custo. Porque, afinal, todos sabem que o que uma mulher realmente procura em um homem é uma vasta gama de conhecimentos gerais... (SKOOB)

Eu simplesmente AMEI o outro livro do autor, Um Dia, se vocês leram a minha resenha (aqui) sabem o quanto. Então, é claro, estava um tanto ansiosa quando vi esse outro livro dele que a Intrínseca ia lançar. Mas não rolou aquela química com esse livro também. Acho que fiquei até um pouco decepcionada. É difícil falar isso, eu esperava mesmo gostar desse livro, mas enfim. Vamos ao que interessa.

O livro se passa no ano de 1985 e conta sobre Brian Jackson, um garoto que acabou de entrar para a faculdade e está quase realizando um dos seus maiores sonhos: participar do tão adorado (por ele) programa Desafio Universitário. Esse desafio consiste em duas universidades se enfrentando num jogo de perguntas e respostas. Aqueles programas bem toscos, pelo menos eu acho. Além disso, ele se apaixonou perdidamente por uma das suas colegas de desafio, Alice Harbinson, aquela qualquerzinha, sabe? Não posso falar a palavra que a define melhor já que é um blog de família e meus leitores não merecem ler essas coisas, mas vocês já sabem do que eu gostaria de chamá-la. Enfim, o B. descobre que nem tudo é fácil como ele imaginou que seria. Na verdade é tudo bem diferente. Muito.

Acho que todos os comentários super positivos sobre o livro na capa e nas páginas me deixaram ansiosa demais. Até por ser um livro desse autor, já que eu gostei tanto do outro livro dele. Então acho que por isso acabei me decepcionando um pouco. Sei que não deveria comparar já que um livro não tem ligação com o outro, mas eu não consigo, eu sempre faço isso. A estória é boa e flui muito bem. Eu li rapidinho, o que é quase um milagre devido a minha lentidão eterna. Achei que estava tudo bom até o final do livro, eu fiquei tão ansiosa e pensava em mil coisas para o final. Mas esse fim não foi o que eu esperava, foi um tanto decepcionante e quando terminei pensei 'que inútil isso'. Sério, desculpa. Eu acho que gostaria mais se o final fosse diferente. Na verdade os capítulos finais foram os que eu não gostei, o resto é tudo muito bom. 

Uma pena. Será que dá para ele fazer um final alternativo? Eu não me importaria. Mas enfim, se ele quis assim, quem sou para dizer alguma coisa. Eu gostei das partes de música que tinha no livro. Eu não conhecia nenhuma delas (eu nunca conheço nada, só pra variar), mas mesmo assim eu gosto de ver frases de música nos livros. Não sei o motivo, mas eu gosto. Outro ponto que me agradou muito, foi que sempre tinha uma pergunta nos capítulos, estilo as do desafio universitário. E a resposta delas tinha uma ligação com o que aconteceria ali. Adorei. Claro que eu só soube a resposta de poucas dela, mas fiquei contente com as que eu soube.

PERGUNTA: Enteado de Robert Dudley e outrora favorito de Elizabeth I, que nobre planejou e liderou uma revolta malsucedida contra a rainha, sendo em seguida executado em 1601?
RESPOSTA: Essex. (Resposta Certa, página 11) 
Minha síndrome está bem atacada, eu estou com medo dela. O personagem principal é engraçado e ridículo. Brian diz e faz algumas coisas que não fazem sentido. Eu tinha vontade de dar um tapa na cara dele para ver se o garoto acordava para a vida, para ver que estava fazendo tudo errado. Só pensava em beber! Acho que o autor gosta de fazer personagens com um pé no alcoolismo. Os amigos dele eram fora do normal, não me agradaram nem um pouco. Eu sei que os adolescentes são assim mesmo, principalmente nos livros, mas isso não me impede de sentir raiva. Alice era aquele tipo de garota, sabe? Não confiei nela em nenhum momento. Mas não posso dizer se eu estava errada ou não, é spoiler isso. Eu acho.

Bom, eu fico no meio-a-meio nessa resenha. Acho que recomendaria, já que várias pessoas podem e vão gostar desse livro. Mas não vá com muita sede ao pote, como eu fui, creio que foi o principal motivo por não ter gostado taaaanto assim. Então fica a dica ai para vocês leitores. Resposta Certa é um dos lançamentos da Intrínseca desse mês. Fim.

15 comentários:

Clara Beatriz disse...

Eu não li Um Dia e não tenho essas vontades todas de ler não. Esses livros mais adultos parecem que têm uma tendência de ter cenas mais fortes, e afinal, eu tenho 14 anos. Não tenho muita vontade de ler Resposta Certa não.
maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

Marcelle Dantas disse...

Oi Van!

É muito chato quando nos decepcionamos assim com um livro! Ainda não li nada do autor, então não tenho uma opinião formada sobre ele. A estória parece ser bem interessante!

Beijos,

Marcelle
http://bestherapy.blogspot.com

trouxesteachave disse...

Também amei Um dia e, assim como você, estou esperando bastante desse livro. É a primeira resenha que eu leio sobre o livro e agora estou um pouco assustada, com medo de me decepcionar. Uma pena que o livro não seja tão bom quanto o anterior (eu também não consigo deixar de comparar).

Beijo, Raíssa Lins
http://trouxesteachave.wordpress.com/

ALINE T.K.M. disse...

Olha, eu gostei bastante do livro, mas com certeza não dá p/ comparar com Um Dia - e nem manter as expectativas no mesmo nível. Mas é fato que comparar é inevitável, ainda mais com o sucesso que teve Um Dia, né...
Ah, mas eu até que curti o final. Sei lá, achei simples mas satisfatório hahaha.

bjo
escrevendoloucamente.blogspot.com

Aione Simões disse...

Poxa, que pena! Estava super curiosa pra ler alguma opinião sobre esse livro, e é uma pena que ele tenha sido tão mediano!
Acho que é impossível não se empolgar com alguma obra quando a gente ama outra do mesmo autor...
Ainda assim, eu quero ler!
Beijão!

Luara Cardoso disse...

Ai para, depois dessa decepção to com medo da minha reação com esse livro. Ai, eu esperava tanto desse livro, tanto, tanto. Agora nem sei mais, viu?

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Carissinha disse...

Eu li Um Dia e amei, e acredito que vou gostar desse também, mas eu não costumo comparar, então é mais fácil para mim.

Bom, espero ler em breve.

Beijos,

Carissa
http://artearoundtheworld.blogspot.com

Thais disse...

Estou lendo boas resenhas sobre este livro, logo pretendo começar a lê-lo também!! Deixei um selinho para vocês lá no blog, passa lá Van!!

Xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br

Amanda Cristina disse...

Não me diga que em Resposta Certa tem um personagem que bebe também! O David tem tara por bêbados, só pode! UAHSUHASUHASU
Mas falando sério, odiei Um Dia. Achei um livro chato e bobo, mas enfim... Talvez tenha a ver com minha idade, afinal o livro não é para uma menininha de catorze anos, mas sei lá.... Nem tenho vontade de ler Resposta Certa. Estou vendo muitas resenhas negativas também, parece ser bem diferente do primeiro. Ou seja, mais chato ainda, pelo menos pra mim. :PPP

Bianca Sampaio disse...

Oi, Vanessa!
Ainda não li Um Dia, mas a sinopse de Resposta Certa me deixou bem curiosa. A ideia do livro é bem diferente de tudo que eu já li, então despertou minha curiosidade. Uma pena que você não tenha gostado tanto :/

Beijos,
Bianca - www.epilogosefinais.co.cc

Barbara de Sá disse...

Estou ansiosa para ler esse livro desde Um Dia, adorei a Resenha :)

Beijos

Barbara Sá - Segredos Entre Amigas

Enfim Shakespeare disse...

Se esse livro for tão emocionante quanto um dia vai ser maravilhoso, pena que a capa não é tão bonita assim.

ela me lembra do filme bilionário por um acaso

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Karine Marinho disse...

Sabe quando tem tanta gente elogiando falando sobre o livro que você perde até a vontade de ler? Então é o que está acontecendo comigo com os livros desse autor :/ Fico até mais feliz (o que é estranho) com uma critica negativa sobre o livro.
Beijos,K.
Girl Spoiled

Letícia Iauch disse...

Ei Van!

Cá estou eu de volta (a sumida) comentando \o/
Tenho muita vontade de ler um livro deste autor e espero fazer isso ainda esse ano.
É ruim mesmo quando amamos um livro de algum autor e aí criamos expectativas sobre outro livro dele e nos decepcionamos. E pior ainda quando é o final que estraga tudo :/
Mas acho que vale a pena tentar, talvez se eu começar lendo este e depois ler Um dia, eu goste mais \oo

Bjoos'
Lets

Janna disse...

Oi Vanessa, ainda não li Um Dia (mas ele ta me esperando rsrs), gostei da sua resenha...e ir com muita sede ao pote depois de ter lido um autor e ter gostado bastante dele acontece sempre, mas como um livro não tem nada a ver com a história do outro, a gente pode acabar se decepcionando né, como foi seu caso, eu achei mto bonita a capa desse livro...

BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris