O Livro das Coisas Perdidas - John Connolly.

Título: O Livro das Coisas Perdidas.
Original: The book of Lost Things.
Autor: John Connolly.
Editora: Bertrand Brasil.
Nota: 4/5.

Após a morte da mãe, David, de 12 anos, passa a maior parte do tempo em seu quarto tendo com os livros como companhia. Quando eles começam a sussurrar para o menino, realidade e imaginação se misturam até que, ao brincar no jardim, entra em um reino encantado, onde encontrará heróis, monstros e um rei fracassado que guarda seus segredos em um livro misterioso. John Connolly, em O Livro das Coisas Perdidas, desconstruirá fábulas conhecidas, como A Branca de Neve e os Sete Anões e João e Maria, por meio de muita imaginação e mistério. Um livro para todas as idades que virou mania quando lançado na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos. (SKOOB)

Não esperava nada desse livro, sabia por cima do que se tratava e resolvi dar uma chance porque achei que acabaria gostando. Resultado: uma leitura muito divertida e repleto de conto de fadas. Quase uma Terra do Nunca... só que mais selvagem.

O livro conta sobre David, um menino de doze anos que adora ler e acabou de perder sua mãe. Seu pai se casa novamente pouco depois depois desse ocorrido e logo o pequeno David vai ganhar um irmãozinho. Ele fica cada vez mais irritado e se sentindo solitário no mundo, até que os livros começam a falar com ele. Sua mãe dizia que havia um mundo paralelo ain, saudades Fringe <3 ao nosso que abrigava personagens de contos de fadas, mitos e afins. Até que então ele acaba caindo nesse mundo não ele não estava seguindo um coelho e se vê indo rumo a jornada da sua vida. Ao infinito e além (?).

Achei muito criativo. Tem uma narrativa bem feita em terceira pessoa, o autor soube utilizar os elementos dos contos de fadas e usar toda essa história fantástica para falar sobre a vida. Apesar de toda essa fantasia, podemos perceber as mudanças e o amadurecimento do personagem principal. No começo ele é apenas um menino que sente falta da mãe e não consegue lidar com a sua nova família. Odeia sua madrasta e seu meio-irmão. No decorrer no livro, ele vai enfrentando alguns desafios e isso o faz crescer. Gostei muito. Claro, tenho que assumir, que gostei principalmente por causa dos contos de fada. Quem não lembra da infância ao pensar nessas histórias? Ok, nesse livro tem uns elementos sangrentos inclusos, que me fizeram gostar ainda mais e me aproximar da verdadeira origem dos contos.

Me surpreendi bastante com toda essa reflexão de vida e morte, amor e escolhas. E não são apenas as coisas boas que são mostradas, as ruins também! O vilão é um personagem cruel e sem coração. Eu fiquei muito chocada com as coisas que ele fazia e descobrimos no decorrer do livro. Muito ódio no coração desses personagens, assim não dá.

Outra coisa que eu gostei bastante foram os contos que os próprios personagens contam. Poderia ter tido ais, eram muito legais. Toda a explicação das dúvidas que pairavam sobre o livro foram muito boas. Assumo que já suspeitava de alguns detalhes básicos, mas mesmo assim foi digno. O final também foi super digno. Achei diferente, nem tão feliz, porém realista. E será a Terra do Nunca (não tem esse nome o mundo, mas eu o apelidei assim) uma derivada de Nárnia? Eu tenho minhas teorias (?), mas não contarei, não vem ao caso.

Apesar de todos esses elogios e da trama ser boa, achei que algumas partes foram paradas e demorou para chegar ao propósito. Isso murchou um pouco a minha leitura, mas nada que afetasse muito já que acabei dando quatro estrelinhas por todo o conjunto bem executado. Sabe, somei tudo e dividi por dois (?).

Personagens fora bons, achei bem desenvolvidos. Já falei do David, o menino principal. Ele se sentia muito só após a perda da mãe e sentia ciúmes do seu novo irmão, que agora era o centro das atenções da família. No final achei muito bonito a palavra que ele usou para descrever o garoto, fiquei muito emocionada, sério. Há duas pessoas que o ajudaram na jornada: o Lenhador e Rolando. Confesso que no começo achei que o Lenhador era algum serial killer e tudo mais, porém não aconteceu nada disso. Ele é um cara bem legal que ajuda David em boa parte da sua jornada. Depois ele recebe a ajuda de um soldado, o Rolando. Ele está a procura de um amigo e diz que ajudará David, se este o ajudar. Adorei a história dele e de como ele e David se tornaram bons amigos. E também tem os sete anões, olha que coisa rica! Só que a Branca de Neve deles não é nada digna. A aparição deles é pouca, mas foi a melhor parte do livro na minha opinião.

Por fim, tem o Homem Torto, um cara estranho que quer fazer um acordo com David e diz poder ajudá-lo. Mas será que as intenções dele são boas? Não quero dar spoilers, mas não tive dúvidas de que lado ele realmente estava. Ainda tem os lobos, o cavalo de Rolando e o rei estranho desse mundo... estranho. Vemos também o tal Livro das Coisas Perdidas, que o rei possui, e o que ele contém.

Resumindo: recomendo, claro, principalmente para quem adoro conto de fadas assim como eu. Uma leitura divertida e bem interessante. Adorei. É só isso por hoje galera, fim.

11 comentários:

Aline T.K.M. disse...

Gostei da resenha e achei interessante o fato de o livro unir (e, ao que parece, muito bem) um tema delicado como a perda da mãe com a fantasia dos contos de fadas. É um livro que eu leria sem pensar duas vezes!

Bjinhos,
Livro Lab

Carissa Vieira disse...

Com certeza você me convenceu a ler o livro. Parece muito legal.
Gosto de contos de fadas, então...

Beijos,
Carissa
www.carissavieira.com

Raquel Machado disse...

Oi flor,]Vim tevisitar estava com saudade das suas resenhas divertidas...entao não conhecia esse livro e apesar da sua resenha falar super bem acho que não estou bem nessa fase para uma leitura mais fantastica assim mas quem sabe futuramente ne? tem resenha nova no blog se quiser dar uma passadinha por lá.
Bjsss
Raquel Machado
lEITURA Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com/

Nana ~* disse...

Hey Nessa
Bem que lembrei de algo enquanto lia a resenha!
Contos de fadas haha

Já gostei desse menino logo de cara, não sei o porquê. Parece ser aquelas crianças legais, não os pedantes literários.

Esse Lenhador me lembrou um filme q vi e pensei em serial killer tb, espero que não seja inspirado O.o

bjs
Nana - Obsession Valley

The Lazy Girls disse...

Oi Vanessa !
Só eu sei o quanto eu quero ler esse livro... des de que eu li a sinopse dele eu disse "Quero!!! =)"
mais agora kd o tempo? kkkkk só espero poder ler logo pq depois da sua resenha eu fiquei mais ansiosa par ler *_*
Obg pela visita lá no blog!
Tem resenha nova...
Se vc quiser ir lá dar uma passadinha e
deixar um comentário eu ficaria muito feliz =)
-Fallen In Me
-Rê

Amanda Cristina disse...

Oi Van! Essa é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que antes de saber sua opinião, não daria muito por ele não.
Gosto de contos de fadas, e acho que também vou gostar disso, mas acredito que o melhor de tudo mesmo é o fato dele mostrar tanto o lado bom, quanto o mal. É chato tudo sempre ter um final feliz, precisamos de mais sangue na literatura. Quebrar uns padrões de ética e boa conduta, de vez em quando. Por que não? Hahahhaa

Adorei a resenha! (Preciso ler Nárnia).

Beijinhos!

A leitora disse...

Olá, Vanessa!

Já tinha visto em algum lugar que o livro tinha algo relacionado com contos de fadas, o que deveria ter chamando minha atenção na hora, mas, por incrível que pareça, acabei deixando passar.
Após ler sua resenha me senti totalmente cativada pelo livro, e com certeza gostaria de lê-lo. Poderia listar vários motivos, mas acho que todos eles me levam a dizer apenas uma coisa... me identifiquei totalmente com sua resenha! Adorei o modo como falou da história, você escreveu da uma forma que eu teria escrito (em um disa muito inspirado, é claro, pois sua resenha está perfeita!), parece que pensamos muito parecido ^.^ ... e nem preciso dizer que compartilho da sua saudade, quero Fringe de volta T.T

Não vou comentarm uito mais, pois tenho tendencia a escrever comentários gigantes rs e estou tentando (tentando e não conseguindo) ser mais objetiva :)

Parabéns pela resenha, e obrigada pela visita ao meu blog *.*

Até mais!!
;*
@Leitora1

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Ah!!! Eu quero tanto esse livro *------*
Só leio resenhas positivas dele, e saber que você também gostou me deixou mais animada ainda para ler ele =D

Amei a resenha!

Beijos e uma ótima semana!
;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Maria Silvana Santana disse...

Oiee =)
é a primeira vez que leio a respito do livro, poww, e goste muito!
Amo livros, que não estou esperando grande coisas dele e puff.. me surpreende totalmente!
\Espero ter a oportunidade de ler esse em breve |õ|
Beliscões carinhosos da Máh-
Felicidades nos Livros
@Maaria_Silvana

Angela Graziela disse...

Ainda não conhecia
Mas parece ser bom, fiquei bem curiosa

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com.br

Janna disse...

Oii Van, primeira resenha que leio desse livro, e saber que você gostou dá um ânimo a mais para ler...deve ser muito bom...

BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris