Dezoito Luas - Margaret Stohl e Kami Garcia.

Título: Dezoito Luas.
Original: Beautiful Chaos.
Autoras: Margaret Stohl e Kami Garcia.
Editora: Galera Record.
Nota: 5/5 <3

Ethan Wate pensou que ele estava se acostumando com os estranhos, acontecimentos impossíveis acontecendo em Gatlin, sua pequena cidade do sul. Mas agora que Ethan e Lena voltaram para casa, estranho e impossível assumiram novos significados. Enxames de gafanhotos, recorde de calor e tempestades devastadoras devastar Gatlin como luta Ethan e Lena para entender o impacto da Alegando Lena. Mesmo família de Lena de Supernaturals poderosos é afetada - e suas habilidades começam a falhar perigosamente. Com o tempo, uma questão torna-se clara: o que - ou quem - terá de ser sacrificado para salvar Gatlin Para Ethan, o caos é uma distração assustadora, mas bem-vindo. Ele está sendo perseguido em seus sonhos de novo, mas desta vez não é por Lena - e tudo o que está assombrando ele está seguindo-o para fora de seus sonhos e em sua vida cotidiana. Ainda pior, Ethan está gradualmente perdendo pedaços de si mesmo - esquecendo nomes, números de telefone, mesmo memórias. Ele não sabe por que, e na maioria dos dias ele está com muito medo de perguntar. Às vezes, não há apenas uma resposta ou uma escolha. Às vezes não há como voltar atrás. E desta vez não haverá um final feliz. (SKOOB)

Eu adoro essa série, então isso me torna suspeita para resenhar Dezoito Luas. Simplesmente amei o livro e estou desesperadamente louca (?) pelo próximo. Sem mais introdução e blábláblá, vamos para a resenha.

CUIDADO! Alerta de spoilers (?). Esta resenha pode conter alguns spoilers para as pessoas que ainda não leram Dezesseis Luas e Dezessete Luas. Então, já sabem, leiam por sua própria conta e risco.


Dezoito Luas começou com Gatlin e todo o restante... errado. Após Lena se Invocar tanto para as Trevas quando para a Luz e quebrar a lua, digamos que as coisas estão fora do controle. O calor atinge a pobre Gatlin em proporções nunca antes vistas, os gafanhotos estão em toda a parte, Amma está surtante, John Breed está de volta, Ethan está esquecendo de coisa importantes e os poderes dos Conjuradores parece estar fora de sintonia. Será o tão temido fim do mundo? O que será que Abraham e sua gangue maligna estão aprontando no covil do mal? Há.

UAU! Esse livro foi emoção do começo ao fim, pelo menos para mim. A cidade está toda errada, na verdade tudo está errado e só tende a piorar. A narração ainda é em primeira pessoa e feita pelo Ethan. Devo admitir que adoro a narração dele. Ele é um personagem bacana e esperto, então vale a pena ser um narrador. Continuando, teve algumas partes meio mornas, mas logo acontecia algo para animar tudo. Até me arrisco a dizer que este foi o melhor livro da série até agora. Vamos ver o que vai acontecer no próximo, talvez eu mude de ideia.

Fiquei apreensiva, já que tem muito mistério e você sabe que alguma coisa não vai acabar bem. Tem poucas cenas com as pessoas batalhando e usando os conjuros, mas em uma que teve isso, quase próximo ao final, eu fiquei chocada. Muita tensão no ar, juro. Gostei das 'visões' que eles tiveram nesse livro. A Lena volta a sua antiga casa, aquela em que sua mãe botou fogo, e acha algumas coisas de Sarafine. Então, as visões são sobre a Sarafine, claro. Podemos ver mais sobre como ela foi Invocada e o começo de sua parceria com o Abraham e o resto. Gostei disso porque mostrou um lado dela que não tinha sido mostrado nos outros livros. Adoro ver a histórias das pessoas do mal, é sempre bem mais interessante do que as dos bonzinhos.

O romance entre o casal principal ainda continua bonitinho, porém sem ser meloso demais. Ele ainda sente aqueles choques e espasmos (?) quando a toca e isso está piorando a cada dia. Falando em romance, aconteceu um que eu nunca iria esperar! Não gostei, fiquei super chateada e chocada com tudo isso. Sou muito sensível com personagens, vocês sabem disso Q

A Lena está sentindo-se culpada por tudo de ruim que está acontecendo na cidade, já que ela se Invocou e desalinhou a Ordem das Coisas. Em alguns momentos eu senti raiva dela, porém até conseguia entender seus sentimentos. Ethan agora está sempre por perto e morrendo de medo de perdê-la novamente. Ele anda estranho, coitado. Tem uns sonhos estranhos com ele mesmo, além de estar esquecendo coisas fundamentais, como o número de telefone da sua casa ou escrever com a mão esquerda quando na verdade ele é destro. Tudo isso é explicado, claro, e até que faz sentido.  Link, agora que é mais ou menos um Incubus, está aproveitando seus superpoderes. Está todo forte e bonitão, o que faz a Sra. Lincoln desconfiar do seu filho, só para variar. Senti saudades dessa velha chata nesse livro, ela é até engraçada quando fala sobre a Igreja e afins. Amma está paranoica, nem faz mais as suas famosas tortas como costumava fazer e está sempre com aquele jeito de quem está escondendo alguma coisa. Fiquei com medo dela, juro.

Ainda tem a Ridley sem seus poderes de Sirena, mas conseguindo fazer conjuros de alguma maneira. Tia Marian está enfrentando um julgamento dos Guardiões e afins (?) já que sua aprendiz (Liv) não seguiu uma das principais regras de um Guardião: não interfira em nada. Falando na Liv, ela aparece pouco no começo do livro já que o Ethan está evitando-a por causa da Lena ciumenta e todo o lance que rolou entre eles no outro livro. Senti falta dela e de seu relógio doido, mas no meio do livro até o final, ela dá as caras novamente. Vale ressaltar um momento engraçado no qual ela e a Lena trocam algumas farpas, sabe? Coitado do Ethan, eu ri.

Enfim, nada foi melhor do que o final. Como podem terminar um livro com todo esse suspense? Elas querem me matar do coração, não há outra explicação. Preciso do próximo urgente, como eu já disse.

"Açúcar e sal, e chutes e beijos. A garota que eu amava tinha voltado para mim e dividido o mundo. Fora isso que realmente acontecera no verão. Era o fim da sopa de hambúrguer e da torta de pêssego, e dos balanços de pneu. Mas também era o começo de uma coisa. O começo do Fim dos Dias" - Página 10.

Resumindo: recomendo, sem mais. Muito bom, cheio de mistérios e com um final de cair o queixo. Se ainda não leu essa série, corre lá comprar o primeiro livro e ler. Sem desculpas. Enfim, é isso, fim.

5 comentários:

Livroterapias disse...

Preciso ler todos da série!
Adorei a resenha
Beijinhos
Rizia - Livroterapias
Livroterapias

Angela Graziela disse...

Ainda não li/assisti
Mas tenho curiosidade de ler
Parece ser bom

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com.br

Bianca Sampaio disse...

Oi, Vanessa!
Ai, preciso ler Dezessete Luas loooogo. Amei Dezesseis Luas e tô aqui na curiosidade pra saber como a série continua!

Beijos,
Bianca - www.epilogosefinais.com

Julia G disse...

Eu morro de curiosidade de ler essa série, principalmente porque ela desperta tantas opiniões controversas.
Parece ser diferente de quase todas as histórias que se tem lido ultimamente, espero gostar também.

Beijos

Sora Seishin disse...

Oi Vanessa!
Eu também adoro essa série, mas só li os 2 anteriores a esse livro.
Fiquei super curiosa para saber qual romance que aconteceu que você não gostou!

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

 
Layout de Giovana Joris