Firelight - Sophie Jordan.

Título: Firelight.
Original: Firelight.
Autora: Sophie Jordan.
Editora: Agir.
Nota: 3/5.

A jovem Jacinda é especial. Além de pertencer a uma espécie descendente de dragões cuja maior habilidade é poder alternar entre a forma humana e a animal - os draki -, ela é uma das únicas de seu clã que consegue cuspir fogo. Quando uma atitude rebelde ameaça a existência dos outros membros de sua comunidade, ela e sua família têm que fugir e viver disfarçadas entre os humanos. Na nova escola, Jacinda precisará esconder seu segredo de todos e aprender a controlar seu espírito draki, que teima em se manifestar logo na presença do belo e charmoso Will, um caçador de dragões. Os dois se apaixonam e irão fazer de tudo para que os muitos segredos e diferenças que os separam não os impeçam de viver esse amor. (SKOOB)

Paguei 10 reais nesse livro, por isso eu o comprei. Ok, eu tinha vontade de ler e a capa é toda linda, maravilhosa, então isso combinado com o preço me fez comprá-lo quando eu vi num estande aleatório lá na Bienal do ano passado. Enfim, foi o último livro de 2014 e foi até que bom.

O livro conta sobre Jacinda, uma menina que é diferente das outras. Ela é uma draki, que é uma espécie descendente de dragões. Ela tem um dom especial, é cuspidora de fogo pensei que todos os dragões fizessem isso, mas... e é protegida pelo seu clã. Porém, depois de um ato rebelde dela, sua mãe vê uma ameaça ao futuro dela e faz com que elas, e a irmã mais nova e gêmea de Jacinda, Tamra, fujam. Elas vão então viver entre os humanos, tentando se adaptar a esse novo ambiente, mesmo que isso possa custa a essência draki de Jacinda. Como se isso não fosse suficiente, ela ainda precisa sobreviver a escola e tentar controlar sua atração por Will, principalmente por saber que ele e toda sua família caçam pessoas como ela. Então, sinta-se feliz por você não estar na pele dela (?).

Eu sempre quis ler esse livro, principalmente porque falava de dragões e isso não é algo que se encontra aos montes da literatura. Bom, a narração é feita em primeira pessoa, pela Jacinda, e ela não é uma narradora/mocinha tão insuportável quanto eu achei que seria, já vi/li piores. A trama é bem interessante, tem esse lance de draki, os caçadores, o clã e todos os segredos por trás disso tudo, mas acho que poderia ter se desenvolvido de outra maneira. Começou bem o livro, só que com o passar da trama, o livro acaba se focando tanto no romance que eu achei que parou com o resto das coisas. Não é como se a autora deixasse todas as outras questões pendentes de lado, porém o romance acaba pegando uma parte imensa do livro. Quem sabe no próximo livro seja diferente.

A Jacinda adora ser uma draki, ela gosta de poder voar e ver o mundo lá de cima – quem não gostaria. Porém, depois que ela faz seu ato de rebeldia, sua mãe não lhe dá escolha a não ser partir para viver entre os humanos. E lá vão elas (?). A Jacinda é uma personagem interessante, eu gostei dela. É um pouco rebelde, mas se preocupa com a sua família e quer tentar se adaptar nesse novo ambiente, porém não é nada fácil, ela vive reclamando que o tempo quente deixa sua pele de draki horrível. É a vida (?). Ela então vê Will na escola e imediatamente o reconhece de algum lugar, não vou falar de onde, mas fica bem claro. Ele é muito misterioso no começo, não sabia se seria um mocinho bonzinho ou um mocinho vilão, sabe? (?) Porém com o passar da trama até que comecei a gostar dele, não é de todo ruim. Os primos caçadores deles também estudam na mesma escola que eles, o que deixa a protagonista sempre atenta, já que eles são mais perigosos do que o Will.

Tem o Cassian, que também é um draki e faz parte do clã, e seria o futuro marido da Jacinda já que seu pai tem uma posição de respeito entre eles e a escolheu, simples assim. A Tamra, irmão mais nova e gêmea da protagonista, é apaixonada pela Cassian, mas sabe que agora ele está ‘reservado’ para a sua irmã e isso a deixa um pouco magoada. Eu gostei dela, queria que aproveitassem mais o fato dela ser gêmea da Jacinda na trama e... ah, to imaginando a trama como se fosse uma história minha, isso sempre acontece e faz minha leitura ficar ruim. Mas quem nunca fez isso? É impossível não fazer.


Resumindo: foi uma leitura boa, porém fiquei com a impressão de que poderia ser melhor. A trama é boa e os personagens também, sem falar no final e no gancho para o próximo livro. O segundo livro chama Vanish, porém não foi lançado aqui no Brasil ainda e estou quase duvidando que será lançado. É isso por hoje, fim.

12 comentários:

Dudi Kobayashi disse...

oiiiii!
ah, eu li esse livro assim que lançou e me apaixonei! Eu gosto de dragões, o que realmente é raro por ai, ainda mais construído de uma forma diferente como foi! Só a irmã dela que me dava raivinha, vontade de socar a menina kkkk
Eu também só to com essa raivinha pq espero há anos e nunca chegou Vanish por aqui, um dia falei: vou comprar em inglês: estava custando 60 dilmas! eu larguei mão... mas se achar barato vou comprar!

tem postagem nova no meu blog
te espero por la
http://dudikobayashi.blogspot.com.br/

Julia G disse...

Já tive curiosidade em ler esse livro, mas desencanei. Acho que, apesar da capa linda, a maioria dos comentários no sentido de "bom, mas nem tanto" me desanimou. Prefiro ler alguns que já estão aqui me esperando.

Beijos

Inês Gabriela A. disse...

Olá,
Nem começo a ler esse livro porque sei que a editora não vai lançar as continuações, então mesmo gostando da premissa eu desisto.
Beijos.
Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

Vanessa Vieira disse...

Gostei da resenha Vanessa. A capa do livro é realmente encantadora e a premissa é bem interessante. Beijo!

www.newsnessa.com

Ana Karla disse...

EU já tinha visto outra resenha desse livro, ele parece ser legalzinho, não muito empolgante como vc descreveu.
poderia ler sim.

www.byanak.com.br

Sil disse...

Ainda não conhecia o livro. A capa é linda, mas o enredo me pareceu muito familiar, é só trocar o ser fantástico. Já vi essa história com fadas e outros seres. Mas mesmo assim me deu vontade de ler, se der eu lerei.

Blog Prefácio

Luiza disse...

Concordo, capa linda! E que sortuda heim! R$ 10 reais! RSRSR Amo quando compro livro assim. Ah Espero que tenha no Brasil o livro 2, se não confesso que ficarei desanimada em ler o primeiro RSrs
Bjs
http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

Hangover at 16 (contato) disse...

Fiquei conhecendo esse livro por ajudar uma comunidade a traduzir, e só por alguns capítulos já me encantei por ele. Não cheguei a ler por completo, mas entendo alguns detalhes que você ressaltou. Acho que ainda assim vale a pena arriscar né, quem sabe no próximo volume *sabe deus quando vão lançar* as coisas melhorem

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
Tem post novo no blog sobre Readgeek, vem descobrir o que é!

Jessica Oliveira disse...

Oi Van!
Mesmo a tua resenha sendo bem escrita e apontando todos os pontos positivos do livro, eu não curti muito a premissa não. No momento estou tentando evitar livros com vampiros, lobisomens, dragões e afins. Acredito que por ter lido tantos livros com esse mote, estou completamente saturada. Mas talvez mais para frente eu leia.

Bjs!
Books and Movies
www.booksandmovies.com.br/

Anna Gabby disse...

Oie,Vanessa!
Eu gostei muito de Fireligth, mesmo ele não sendo igual eu imagine. Achei que o foco mudou mesmo para o casal, mas como sou apaixonada por dragões não me importei tanto. Estou curiosa para ler Vanish e saber o que acontecerá com as gêmeas.
Uma pena a publicação da sequência ficar assim em aberto. Detesto quando as editoras fazem isso.
Letras & Versos

Glaucea Vaccari disse...

Eu lembro que queria ler esse livro mais ou menos na época que foi lançado e depois acabei esquecendo. Acho interessante porque quase não li nada sobre dragões, mas é uma pena que foque mais no romance, não gosto quando isso acontece.
Não sabia que ainda não tinha lançado o segundo e concordo que acho que nem vão lançar, pq esse não é tão recente né? Uma pena.
Bjo

Teca Machado disse...

Antes de ler a resenha, quando vi a capa e a pele da personagem na capa, achei que fosse sobre cobras, não dragão, haha.
Mesmo com os pontos negativos, fiquei interessada, ainda mais se eu encontrar o livro baratinho como você. :P
Sinto que eu gostaria bastante do Will...

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com

 
Layout de Giovana Joris