Um Passo em Falso - Harlan Coben.

Título: Um Passo em Falso.
Original: One False Move.
Autor: Harlan Coben.
Editora: Arqueiro.
Nota: 4/5.

Ainda jovem, Myron Bolitar contou com a ajuda do treinador Horace Slaughter para começar a jogar basquete. O relacionamento dos dois era como o de pai e filho, mas com o tempo eles perderam contato e Myron abandonou o esporte. Dez anos depois de ver Horace pela última vez, Myron conhece Brenda, filha do antigo amigo e uma bela estrela do basquete. Trabalhando como agente de atletas, ele poderá fechar um contrato valioso com a jogadora se descobrir o paradeiro de Horace, que sumiu repentinamente após agredi-la. Desde então, Brenda começou a receber ameaças por telefone e a ser seguida. Myron não acredita na culpa do amigo e resiste a ser guarda-costas da moça, mas acaba cedendo. Determinada a não fazer papel de donzela indefesa, Brenda provoca uma atração irresistível em Myron, que vive um relacionamento amoroso debilitado. Porém, existe entre eles um abismo de corrupção e mentiras, além de segredos pelos quais muitos arriscariam a vida. Mesmo contra o bom senso, Myron segue investigando o caso. Disposto a conquistar o coração de Brenda, ele está ciente de que um passo em falso pode acabar matando os dois. (SKOOB)

Esse foi o terceiro livro do Harlan que eu li e agora sei que preciso de todos os outros dele na minha estante, de preferência para ontem. Esse foi o penúltimo livro que li em 2014 e serviu para fechar o meu ano de uma forma muito bacana. Adorei o livro, pronto, acabou (?).

O livro conta sobre Brenda, uma jogadora de basquete que foi abandonada pela mãe quando pequena e, recentemente, seu pai, Horace, desapareceu. Ela então vai contar com a ajuda de Myron Bolitar, que quando jogava basquete conhecia o pai de Brenda. Eles vão começar a procurar pistas sobre o desaparecimento de Horace, mas acabam se deparando com alguns fatos antigos da mãe da menina, olha que tenso. Porém, há muitos perigos pela frente e eles vão precisar de muita sorte para continuar vivos.

Muito bom esse livro, de verdade. Ainda não tinha lido nenhum dos livros do Harlan com esse ‘detetive’, o Myron, e adorei ele e todos seus parceiros de investigação. O livro é narrado em terceira pessoa e a trama é muito boa. Tem um pouco sobre o mundo dos esportes, políticos corruptos, mafiosos e toda essa coisa doida ai, o que deu uma boa combinação para o livro. Adorei o modo como tudo foi se interligando no final e fiquei surpresa com a revelação dos mistérios, principalmente da pessoa que estava por trás de tudo. Fiquei chocada, não iria imaginar que fosse isso, mas eu não sou uma boa investigadora, então ta bom (?). Os acontecimentos finais são tão impactantes, nossa, tudo me surpreendeu na parte final, o que é exatamente o que eu sempre espero de um romance policial. Nem todos são assim, então estou realmente agradecida por esse livro.

Claro, teve algumas partes do livro que foram um pouco lentas, daí isso interfere um pouco. Acho que todos os livros policiais têm essa parte onde as coisas diminuem um pouco o ritmo, pra depois voltar com tudo, mas enfim. De resto foi tudo tão bom, eu realmente não sei por que não li mais livros desse autor, estou tão chocada por mim mesma, preciso resolver essa questão esse ano.

Os personagens são todos intrigantes. O Myron é um ex-jogador de basquete que trabalha como representante de alguns jogadores e também faz papel de investigador. Mil e uma utilidades. Ele não é o personagem mais carismático, mas gostei dele e de toda sua trama. Já quero todos os livros do Harlan com o Myron como principal. A Brenda eu já achei bem chata, tadinha. Sua mãe a abandona e agora seu pai desaparece, não é fácil, mas meus sentimentos pelas perdas dela não foram o suficiente para me fazer gostar dela. Claro que tem toda aquela atração entre ela e o Myron, apesar de ele já ter uma namorada e do relacionamento deles não ir tão bem. Tem também o Win, que é o amigo do Myron e está sempre a resgatá-lo das situações mais perigosas, digamos assim. Ele foi o personagem que eu mais gostei.


Resumindo: foi uma leitura muito boa, cheia de reviravoltas, intrigas e perigos. Um ótimo romance policial, recomendo sim, leiam agora. É isso por hoje, nada mais a acrescentar, fim.

6 comentários:

Paola Severo disse...

Gosto muito do Harlan Coben, mas ele tem umas partes que são meio enroladas né? Eu ainda não li nenhum com o Myron, dizem que são são os melhores dele. Preciso ler! hahaha

Beeijo, Paola
uma-leitora.blogspot.com.br

Adri Brust disse...

Oi Vanessa! Esse livro é maravilhoso, Harlan é maravilhoso. O que mais gosto nos livros dessa série é o fato de tudo se interligar, e no final você ficar: como eu não percebi isso antes? Tinha milhares de pistas.
Sugestão, vá correndo ler todos os livros dessa série (de preferência em ordem), que você não vai se arrepender. Muita gente prefere os livros individuais, mas eu prefiro essa série do Myron Bolitar, acho-a incrível.

Beijos,
Adri Brust
http://stolenights.blogspot.com

Cida disse...

Oi! Eu sou fã de Coben e este livro dele sará um das minhas próximas leituras, nunca li nenhum protagonizado por este personagem e espero gostar.


Bjos!! Cida
Moonlight Books

A Fine Frenzy disse...

Oi, tata!
O livro parece ser bem legal, mas acho que não leria agora!

Beijos, Juliana!
http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

Julia G disse...

Oi Vanessa, acredita que ainda não li nada do Harlan Colben? Nossa, faz tempo que eu nem mesmo leio um policial. Gostei dos comentários que você fez do livro, mas acaba me cansando esse autores que escrevem tanto, sabe? rsrs

Beijos

Teca Machado disse...

Vanessa,

Eu sou apaixonada pelo Harlan Coben. Ele é o meu muso, haha.
Acho que já li uns 10 livros dele, tanto do Myron quanto os avulsos e do sobrinho do Myron.
Tente ler todos do Myron, são fantásticos.
Tem realmente alguns momentos mais lentos em alguns dos livros dele, mas as reviravoltas e surpresas são tantas que a gente nem liga.
:D

Estou seguindo o blog. :D

Beijooos

www.casosacasoselivros.com

 
Layout de Giovana Joris