Dezenove Luas - Margaret Stohl e Kami Garcia.

Título: Dezenove Luas.
Original: Beautiful Redemption.
Autoras: Margaret Stohl e Kami Garcia.
Editora: Galera Record.
Nota: 3,5/5.

Emocionante final da saga Beautiful Creatures, que vendeu mais de 60 mil exemplares apenas no Brasil. Nesse novo volume, após ter se sacrificado para restabelecer a Ordem das coisas e salvar o mundo de um apocalipse iminente, Ethan precisa encontrar uma forma de retornar do mundo dos mortos e reencontrar Lena, seu único e grande amor. Enfrentando velhos inimigos e fazendo aliados improváveis, ele precisa acreditar que o verdadeiro amor conquista tudo. Será? (SKOOB)



Fico tão orgulhosa quando termino uma série, principalmente porque estou sempre atrasada com todas elas. Eu adoro esta série e sempre acompanhei tudo certinho, li os livros logo que foram lançados, daí teve esse último. Eu comprei já faz algum tempo, porém não o li logo de imediato. Acho que estava com medo de terminar a série. Então, resolvi enfrentar esse medo e ler o livro. Confira o que eu achei.

ATENÇÃO! Apesar de ser o último livro, eu tentei fazer uma resenha livre de spoilers dos livros anteriores, mas se ainda ficar com medo, pode pular pro resumindo que dá tudo certo.

Bom, não vou fazer a minha sinopse estranha para não soltar spoilers, então, quem quiser ler, veja a do skoob que coloquei ali em cima como sempre faço, não sei porque estou falando isso.

Nesse quarto e último livro da série As Crônicas Conjuradoras/Beautiful Creatures, como quiserem chamá-la, todos os nossos queridinhos da cidade de Gatlin ainda estão tentando aceitar a situação que ocorreu no livro anterior, esta que foi gerada a partir de algo que aconteceu ainda no primeiro livro. Gosto quando isso acontece, esse entrelaçamento entre as tramas de todos os livros no último volume da série. Me faz pensar que os detalhes que ocorreram nos volumes anteriores tem sim a sua importância, apesar de que infelizmente não é isso que acontece em todas as séries que eu leio. Felizmente aconteceu em Dezenove Luas, então tudo certo na minha vida. Senti saudades da música das luas que acompanhava a trama dos outros livros, entretanto acabei entendendo o motivo de não ter. A narração desse livro foi intercalada em três partes, sendo todas narradas em primeira pessoa: a parte inicial por parte do Ethan, a do meio pela Lena e no final pelo Ethan de novo. Achei que a parte da Lena ia ser complicada para mim, já que não sou a maior fã da personagem, porém acabei me surpreendendo e passei por isso sem problemas.

O que me incomodou foi a facilidade com que aconteceu tudo. Os três primeiros têm várias páginas e as autoras conseguiram trabalhar bem a trama, mantendo um certo mistério e dificultando as coisas, de um modo que eles tinham que se arriscar mais para as coisas se resolverem. Esse último livro é bem menor e achei que muita coisa foi corrida. Tudo sempre ocorria praticamente sem contratempos, sem muitos mistérios ou aventuras. Claro que o tamanho do livro não significa necessariamente que ele não é bem desenvolvido e criar todo um mistério. Enfim, isso me decepcionou um pouco, estava esperando poder descobrir mais e que eles tivessem mais dificuldades pela frente até chegarem a seus objetivos. O final em si foi banal, mas teve um fato ou outro que me deixou bem triste (pelo fato de ser triste e não por ser ruim).

Eu torcia para tudo dar certo para a Lena e o Ethan, e que eles tivessem um final razoavelmente feliz apesar dos pesares. Não é meu casal preferido, mas mesmo assim. Ethan foi um ótimo protagonista e narrador durante os livros, sendo sempre esperançoso mesmo quando tudo dava errado. Lena mostrou tantos lados diferentes e amadureceu muito desde o primeiro livro, até consegui gostar dela nesse último volume. Senti falta de uma participação maior da Liv e do John, personagens que aparecem a partir do segundo livro. Ridley continua a mesma, nunca consigo prever as ações dela e nem se seus sentimentos são reais. Até mesmo Amma e o querido Link aparecem menos nesse livro, o destaque foi mesmo o casal.


Resumindo: recomendo demais essa série. Fico feliz por ter terminado bem, apesar de poder ter sido melhor. Sei que comentei mais os pontos negativos do que os positivos, mas é que tentei evitar os spoilers, é muito difícil isso. Leiam, leiam, leiam. Só o filme de Dezesseis Luas que eu não recomendo muito não, já que não curti nada no filme. Enfim, essa série termina, mas as autoras estão escrevendo um spin-off da série. Juro, o primeiro volume, Sonhos Perigosos, foi publicado aqui já pela editora Galera Record. É isso ai, mais uma série terminada, aleluia, fim.

3 comentários:

Angela Graziela disse...

Ainda não li nenhum livro da série
Mas tenho curiosidade
Já estou seguindo ;)

Beijos
http://pocketlibro.blogspot.com.br

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Ainda não li o primeiro livro, mas vi ao filme e bem... que coisa horrível rs...

Espero que o livro seja muito melhor, até por que fiquei curiosa para saber mais sobre os conjuradores.

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary


Jessie♡ disse...

Não li a resenha porque com certeza contem spoilers e por isso eu não posso. Estou neste momento a reler Criaturas Maravilhosas (Dezasseis Luas no Brasil). A seguir vou reler Trevas Maravilhosas (Dezassete Luas no Brasil) e comprei para ler Caos Maravilhoso (dezoito Luas). O último livro ainda não foi lançado cá em Portugal :S
Beijo
www.fofocas-literarias.blogspot.pt

 
Layout de Giovana Joris