A Esperança - Suzanne Collins.

Título: A Esperança.
Original: Mockingjay.
Autora: Suzanne Collins.
Editora: Rocco.
Nota: 3/5.

Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? (SKOOB)

Eu tinha uma relação de amor e ódio com essa trilogia. Gostei do primeiro livro, porém não foi aquela coisa tremendamente apaixonante, infelizmente. O segundo livro foi demais, super eletrizante e cheio de surpresas, empatando assim o placar em 1 a 1. A esperança, que irônico, estava nesse último livro. E... é, vejam a resenha e falamos sobre isso no final dela.

Pare aí! Essa resenha contém spoilers dos dois livros anteriores da trilogia e até mesmo desse terceiro livro, então leia por sua própria conta e risco, não me responsabilizo por nada. Avisados, boa leitura (?).

O último livro dessa trilogia não traz uma nova edição dos famosos Jogos Vorazes, mas sim uma coisa ainda pior do que isso: guerra. Katniss se vê sem um lar, já que o distrito 12 foi destruído e ela agora tem que se refugiar, assim como as poucas pessoas que conseguiram sobreviver a esse ataque, no distrito 13, que até pouco tempo ela pensava ter sido eliminado. Como se isso não fosse o suficiente, ela ainda precisa ser o Tordo, a cara da revolução de todos os distritos contra a Capital e o temido Presidente Snow. Será que ela consegue?

Bom, o livro não é de todo ruim (assim como a trilogia), acho que eu é que não curto tanto assim o gênero distópico e esperava demais de toda a trilogia, principalmente desse último livro. A narração ainda continua em primeira pessoa, sendo a narradora a Katniss. A trama é boa, porém alguns pontos me incomodaram demais. Sempre vejo as pessoas falando que não gostam do tom político que tem nesse livro, porém eu senti falta de mais detalhes sobre a política. A Katniss não se envolveu muito nos detalhes da guerra, ela nem queria isso e ficava sempre chorosa ao pensar nas vidas inimigas tiradas. Mas eu queria saber! Queria que ela tivesse desde o começo por dentro dos planos e não sendo teimosa ou pensando ‘pobre Peeta’. Senti falta da guerra em si, que ficou apenas para uma parte no final e a Katniss nem participou diretamente dela, sendo apenas o rosto que o distrito 13 usava em suas propagandas para incitar uma rebelião contra a Capital. Então eu fiquei carente de sangue (?). Em contrapartida, gostei de ver como eles vivem lá no distrito 13 e de como se organizam em situações inesperadas. Achei essa parte bem desenvolvida, assim como as cenas no destruído distrito 12, me deu tanta dó, quase chorei.

O final me deixou um pouco decepcionada, serei sincera. Gostei de como a Katniss resolveu a situação na Capital com a Coin, mas os capítulos que se seguem são um tanto inesperados, acho que é essa a sensação (?). Ok, eu fiquei feliz por tudo terminar para ela, apesar de ainda ser assombrada pelos Jogos e afins, mas esperava algo a mais. Queria ter visto mais sobre como tudo ficou depois, se estava tudo certo com as pessoas, enfim, coisas assim (?), estou querendo demais já. Talvez eu tivesse muitas expectativas e isso dificultou tudo, fazendo com que minha leitura não fosse tão proveitosa.

A Katniss me desapontou um pouco, esperava mais dela. Eu gosto muito dela, a acho uma das melhores protagonistas, de verdade, porém não conseguia suportar algumas ações e pensamentos dela nesse livro. Entendo o motivo dela se sentir um pouco culpada ou então porque era tão misericordiosa com as pessoas que a queriam morta, mas em alguns momentos a achei frágil demais. Sei que ela é humana e está sujeita a essas coisas (?), mas queria ver aquela garota em chamas guerreira. A flecha que ela dirigiu para a Coin foi a melhor coisa do livro inteiro, queria ver mais dessas atitudes inesperadas dela durante o livro. O Peeta é, nesse momento, o personagem que eu mais odeio no mundo literário. Eu entendo que ele foi envenenado pela Capital e isso fez com que ele agisse daquele jeito, mas não deixou de ser insuportável pra mim. Eu nunca gostei dele mesmo, coitado. Gale me irritou em diversos momentos por ser mandão e não gostar de ser contrariado, mas ainda gosto mais dele do que do Peeta. Gosto de todo mundo quando comparado ao Peeta (?). Achei justo como terminou o lance do triângulo amoroso, só isso que irei falar, apesar de não gostar do Peeta.

Senti uma falta tremenda de toda a ironia e maldade do Snow. Só aparecia nos comerciais e no final, que isso gente! (?) Ok, odeio ele por tudo o que ele fez, mas o personagem é incrível. Coin é detestável, não gostei dela desde o começo. Finnick ganhou meu coração nesse livro. Queria abraçá-lo e não soltar mais. Ele foi incrivelmente um grande suporte para a Katniss e em alguns momentos, apesar dos pesares, mais forte do que ela. Uma pena que teve um destino tão trágico logo quando encontrou sua amada. Triste.


Resumindo: apesar de ter citado mais pontos ruins, eu achei o livro bom. Não aproveitei a leitura por todos esses motivos citados, porém mesmo assim não acho que a leitura da trilogia seja dispensável, pelo contrário, eu até recomendo. Sério, sou totalmente bipolar em relação a essa trilogia, não sei se já perceberam. Enfim, é isso ai galera, mais uma trilogia terminada, aleluia, viva a todos (?), fim.

6 comentários:

Clara disse...

Eu também sou uma pessoa extremamente indecisa e bipolar, e sempre acabo desgostando das coisas, mais que gostando. Faz muito tempo que li, nem lembro direito, mas fiquei com a impressão de correria ao terminar a trilogia. Quanto à participação da Katniss na guerra, concordo com você, e olha que THG é a trilogia mais sangrenta que eu já li.

Clara
@clarabsantos
clara.santos.sousa@hotmail.com

Sofia disse...

Como eu amei teu post <3
Eu odiei e amei esse livro ao mesmo tempo. Eu adoro a trilogia, é uma das minhas favoritas, mas eu odiei o que a autora fez com o Peeta e o Finnick. Caaaaara, não precisava disso, não mesmo. E esse foi um dos motivos da minha decepção. A Katniss praticamente não tomou postura e ficou rolando de um lado a outro (isso também me incomodou).
Mas nem esse final horrível e a maldade da Collins é capaz de tirar meu (exagerado) amor pela trilogia <3

Beijão

Amiga da Leitora Thais disse...

E eu acho que eu sou a unica louca que não leu os livros, e olha que eu tenho eles aqui em casa ... kkkkk .... só vi os filmes mesmo e tbm me sinto bipolar quanto a eles ;D

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Matheus Frizon disse...

Faz um tempo que li A Esperança, tenho apenas lapsos da estória, ainda assim tenho de concordar com você sobre os personagens, que ao meu ver perderam o brilho, sei lá, não foi como eu imaginei. Achei esse livro bem franco em relação aos dois primeiros, até o segundo é melhor - quando na prática o segundo sempre é o pior de todos. Lembro-me que há um monte de coisas que eu queria ter mudado nesse livro, mas fazer o que né? Abraço.

paradoxoemserie.blogspot.com.br

Julia G disse...

Bom Van, depois desse aviso bem explícito de spoilers, não, eu não li a resenha ;x
Ainda não li o terceiro livro e, diferente de você, eu adoro a trilogia. Espero que ela feche com chave de outro :)

Beijinhos

Janna disse...

Ahhh eu devorei essa trilogia...e esse foi o livro mais difícil de ler, acho que pela questão política eu esperava mais ação e não teve isso...por isso achei ele parado...eu adoro a trilogia e lendo sua resenha deu até vontade de reler, acho que vou reler antes de ver a primeira parte de A Esperança no cinema....é isso aí...mais uma trilogia terminada...parabéns garota...ah só pra constar também não curto o Peeta rsrs. E quando a Katniss pense a garota em chamas foi ficando somente brasas, era muita coisa para ela aguentar...tadinha.

Beijos!!!
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris