A Batalha do Apocalipse - Eduardo Spohr.

Título: A Batalha do Apocalipse.
Autor: Eduardo Spohr.
Editora: Verus.
Nota: 4/5.

Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense. (SKOOB)


O último livro que eu li em 2012 foi este, assim você percebe o quanto eu sou lerda para postar as resenhas. Já tinha comprado fazia um tempinho, aquela versão sem orelhas mesmo, por indicação de uma amiga que tinha lido e adorado. Mas só tomei coragem mesmo para ler quando no clube do livro do mês de Dezembro houve uma discussão básica sobre dois pontos de vista diferentes: um amou e outro odiou. Eu precisava saber qual seria a minha opinião, entendem? Então eu li e vou contar o resultado.

Não vou colocar minha versão da sinopse hoje, o livro é muito tempo para essas coisas. Já tem uma ali em cima, então tudo certo. Isso é apenas desculpa para preguicite eterna, minha nova síndrome

Eu adorei o livro, a trama é ótima e tem tudo o que eu mais gosto: guerreiros, batalhas sangrentas, sangue (claro), anjos e demônios. Só que o desenrolar da história é um pouco cansativo. São muitas informações, batalhas, nomes de espadas, nomes de guerreiras, casta dos anjos... Já estou perdida! No começo eu demorei um pouco para me envolver com a história, mas com o passar das páginas acabei me acostumando e queria loucamente saber o que iria resultar.

Outro ponto um pouco negativo, já que estou falando disso, foi a batalha do apocalipse em si. No decorrer do livro conta mais como eles estão se preparando para a batalha, quem é do time de quem, conhecemos os personagens, algumas lembranças e afins. Então, a guerra fica mais para o final do livro, bem no finalzinho mesmo. Achei o final meio estranho também, porém digno do livro.

Pontos positivos, as partes boas agora. A escrita do autor é maravilhosa. Ok, é um pouco cansativa pelos motivos que já citei no parágrafo acima, mas não deixa de ser boa. Não parecia que eu estava lendo um livro nacional, parecia um autor de grande renome internacional. Estou falando sério, eu não minto (?). Achei muito bem escrito e pesquisado também. Nomes de cidades e alguns fatos bíblicos e afins, transformando tudo para dar certo ali no livro. Adorei. A trama também é tudo de bom. Assumo que adorava as partes que mostravam eles no Inferno e no Céu. A Terra a gente já conhece, bobagem. Muito bem retratado, não que eu saiba como é achei interessante.

Os personagens são muito profundos. Cada um tem seus valores e sua personalidade. O Ablon é um anjo renegado que foi condenado a ficar preso aqui na Terra para sempre. É o principal do livro também. Vemos bastante das suas lembranças e como ele acaba se encaixando de um jeito ou de outro nessa batalha. Tem a Shamira, uma feiticeira muito poderosa. Um charme só! Ela aparece em várias partes, mas esperava que ela aparecesse mais. Foi minha personagem favorita.

Claro que os arcanjos também aparecem como: o Lúcifer, Miguel e Gabriel. Eu os imaginava como os atores que representaram esses na minha série favorita na qual estou atrasada também, Supernatural. São diferentes as personalidades, claro, mas eu imaginava do mesmo jeito. Aparece a Lilith também, só que não como uma criancinha como na série. Imaginei ela assim do mesmo jeito.

Resumindo: apesar dos pontos negativos, eu adorei o livro. Quando acabou eu fiquei com vontade de ‘quero mais’. Recomendo para todo mundo que adora esse tema e essas batalhas sangrentas. Quem é que não gosta dessas coisas? Sinceramente, eu adoro, vocês sabem disso. Sempre digo em alguma resenha. Enfim, é isso ai. O Eduardo Spohr também tem, além desse livro, uma série de livros chamada “Os Filhos do Éden” e eu já tenho o primeiro livro aqui, espero ler em breve. Talvez nem tão em breve, já que “A Batalha do Apocalipse” me deixou meio paranoica e obsessiva com essas coisas. Fim.

14 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Vanessa! Já li A Batalha do Apocalipse e curti bastante. Beijo!

Anne Viana disse...

Oi Vanessa
Confesso que eu comprei esse livro ta com mais ou menos 2 anos e ainda li pq sempre colocava outros na frente dele =P
vou ver se leio ainda esse ano hahahahaha...
tô te seguindo =]

http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

Bjs

Dany disse...

Eu comecei a ler o livro mais acabei parando ainda no comecinho.
Eu até estava gostando da história, mais como era ebook é como não tenho as tecnologias para ler nos aparelhos (não lembro os nomes dos trecos kkk), é tenha que ler no pc mesmo acabei largando a história.
Mais ainda pretendo ler, mais quero adquirir o livro msm.
Gostei muito da resenha.
Bjos...

Camila disse...

Adoro resenhas de livros *-*

Amanda Cristina disse...

Oi Vanessa! Também já fiquei sabendo de muita que amou, e mais um monte que odiou esse livro. É bem polêmico mesmo! Gostei bastante da sua resenha, mas ao contrário de você, não gosto de guerras e sangue -blé!
Prefiro mais os meus livros de romance mesmo, maaaaas, tenho curiosidade pra ler esse. Muita curiosidade, aliás.
Vou procurar lê-lo em breve! :)

Beijinhos!
P.S.: Amo suas resenhas, e já devo ter dito isso um milhão de vezes, mas quero falar de novo, porque essa ficou muito boa também.

Mariana Ribeiro disse...

Olá, Van!!
Eu não li esse livro ainda, mas como não curto muito o gênero, acho melhor passar a leitura adiante. Também não gosto muito de ver descrições exaustivas nas histórias, mas se for estritamente necessário não acho que seja um problema.
Adorei a sua resenha!!
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Amanda Almeida disse...

Oi Vanessa, tudo bem?
Hoje li uma resenha de Filhos do Éden e achei interessante, apesar de que ainda vou esperar pra ler essa série e esse da sua resenha também.
Abraços,
Amanda Almeida
Você é o que lê

Glaucea Vaccari disse...

Eu tenho vontade de ler esse livro mas sempre acabo deixando pra depois. Sou fã de Supernatural também, então toda essa coisa de inferno, demônios e anjos me interessa, mas eu já tinha em alguma outra resenha sobre o livro ser cansativo e com muita informação e acho que isso me desanimou um pouco. Ainda pretendo ler, mas quando já não sei.
Bjo

The Lazy Girls disse...

Oi Vanessa (: Esse livro é realmente um 'Ame ou Odeie, já vi muitas resenhas, algumas muito boas e outras super ruins, eu ainda não sei, fico realmente curiosa em relação a livros assim, querendo saber qual será a minha opinião! Tenho ele aqui em casa e quando eu tiver a oportunidade irei ler pra tirar as minhas próprias conclusões! ótima resenha, me deixou realmente animada!

Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
Desde já obrigada!

Fallen In Me
-Mica

Luara Cardoso disse...

Oi Van!
Uma das únicas coisas que eu não gostei desse livro foi a narrativa. O Spohr não soube fazer uma narrativa muito envolvente, no meu ponto de vista. :/
Mas eu curti muito o universo que ele criou, é muito amplo e rico.

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Cindy Souza disse...

Eu também amei esse livro.. Serio é muito bom!
Eu já li o Filhos do Éden, mas eu prefiro A Batalha do Apocalipse..
Beijocas,
Cindy, Contos Doces

Livia Castro disse...

Estou com esse livro aqui há um tempão, mas ainda não li. Meio que desanimei sem motivo, mas sua resenha me reanimou para ler o livro. :)
Apesar de está com outras leituras pendentes irei ler esse também, não por agora, mas irei. *-*

Beijão!
http://literarioecultural.blogspot.com.br

Yara Andrade disse...

Estava meio receosa em relação a este livro porque todos comentam de ele ser um pouco cansativo, mas agora eu fiquei bem curiosa, e também já vi bastante opiniões dividas sobre ele, é bem ame ou odeie mesmo. Ótima resenha.
Beijos

http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

Ane Reis disse...

Oie Van!

Ah!!! Eu não consegui gostar tanto desse livro como você =/ mas acho que isso foi por que comecei a leitura esperando muito da batalha e essa como você mesmo comentou não é tudo aqui.

Eu não gostei no Ablon e da Shamira XD achei os dois um porre juntos, mas gostei do Gabriel e de outros anjos que apareceram na história, principalmente do Aziel e do Amael ♥

Adorei a resenha linda!

Beijos;***
anereis.
mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary


Beijos;***
anereis.
mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary

 
Layout de Giovana Joris