O Pesadelo - Lars Kepler.

Título: O Pesadelo.
Traduzido de: The Nightmare.
Autor: Lars Kepler.
Editora: Intrínseca.
Nota: 2/5.

Após conquistar os leitores em O hipnotista, o detetive Joona Linna está de volta em O pesadelo. Best-seller internacional, o thriller policial de Lars Kepler foi aclamado por público e crítica em dezenas de países. Agora, o autor nos deixa sem fôlego com um novo quebra-cabeça, cujas peças o detetive mais carismático, intuitivo e obstinado da Suécia precisa encaixar. Tudo começa quando a polícia descobre o corpo de uma jovem dentro uma lancha à deriva no arquipélago de Estocolmo. Seus pulmões estão cheios d’água e os médicos legistas afirmam que ela morreu afogada. No entanto, o barco está em perfeito estado e o corpo e as roupas da mulher estão secos. No dia seguinte, um alto funcionário do governo sueco aparece enforcado em seu apartamento. Ele flutua no ar enquanto uma enigmática música de violino ressoa por todo o ambiente. Tudo indica que foi suicídio, mas o salão tem pé-direito alto e não há nenhum móvel em volta no qual ele possa ter subido. Encarregado de desvendar os dois mistérios, o detetive Joona Linna tenta estabelecer um vínculo entre esses acontecimentos que, à primeira vista, não têm relação. Ao descrever o curso vertiginoso de eventos para os quais a lógica é um mero prelúdio, o mais assustador em O pesadelo não são seus crimes horripilantes, mas a psicologia obscura de seus personagens, que mostram como somos todos cegos a nossas próprias motivações. (SKOOB)

Olá pessoas o/ Como passaram o Natal? Espero que muito bem. Estou aqui com mais uma resenha. Eu sei que apesar de ser um blog literário tenho que inovar e não postar só resenhas, mas elas estão aos montes aqui. Prometo que o próximo não será de resenha. Enfim, a resenha de hoje é do livro O Pesadelo como já puderam perceber. Li o primeiro livro desse casal (o nome é um pseudônimo para um casal sueco), que foi "O Hipnotista', e acabei gostando apesar de alguns detalhes. Esperava gostar desse também, mas não foi exatamente o que aconteceu.

O livro começa com duas mortes. A primeira é de uma garota encontrada num barco afogada. Porém suas roupas não estavam molhadas e o barco em boas condições. A outra é de um executivo encontrado enforcado em sua própria casa, porém parecia ser impossível a chance de ser suicídio. O detetive Joona Linna está novamente nesse livro e vai tentar resolver esses casos, por mais impossíveis que possam parecer.

Então, nem sei como começar falando desse livro. Apesar de ter gostado do outro livro (não é bem uma continuação, só o mesmo detetive que aparece e alguns outros, enfim), não tinha muitas expectativas para esse. Na verdade é difícil eu ter expectativas para livros policiais, geralmente eu os deixo me surpreender. O começo desse foi bem interessante. A descoberta dos corpos e a primeira impressão do detetive sobre os casos. Entretanto, foi só por isso que mereceu minhas duas estrelinhas, já que o resto do livro foi sofrível. Achei que teve muita enrolação, capítulos desnecessários e o desfecho final totalmente previsível - pelo menos para mim.

Faltou emoção, ação e surpresa. Antes da metade do livro já sabia quem seria o possível assassino. O tema também não me agradou muito, falou sobre exportação de munições e afins. Sei lá, não curti. Outra coisa que não gostei foi o fato de sempre incluírem algum conteúdo sexual. Sempre. Seja uma palavra, uma foto, sei lá. Não fica bem em todo livro isso - nesse não ficou, pelo menos para mim.

Os personagens são totalmente sem graça. Acho que o autor não se aprofunda muito neles e acaba ficando um tanto superficial. Não consigo me apegar a eles, por isso nem tenho direito o que falar. O detetive Joona é bem determinado, mas acho que ele sempre tem as respostas para tudo por mais louco que ele seja. Gente, ele não é Poirot nem Sherlock, não dá para ser assim. Simples. Não gosto dele, muito exibido para o meu gosto.

Resumindo: me decepcionou totalmente. Não digo que foi a decepção do ano pois li vários livros ruins esse ano - 2012 não foi tão elegante assim para mim, que pena. Enfim, se quiserem ler é só tentar a sorte, talvez acabem gostando. Resenha pequena, mas não sabia mais o que falar sobre esse livro, acho que o que eu escrevi foi o suficiente. É isso pessoal, fim.

4 comentários:

Luara Cardoso disse...

Oi Van!
Eu tava SUPER empolgada para ler esse livro, mas agora foi tudo por água abaixo. :(
Maldade isso! AUHSAHSU

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Ane Reis disse...

Oie Van!

Ah! Pelo visto seu 2012 literário fechou com chave de ouro, só que não =(

Você sabe que esse tipo de livro não é muito lá meu estilo, mas ninguém merece personagens sem graça e fala de emoção em livro nenhum.

Vou torcer para que 2013 traga bons livros para vc linda!

bjus;***

anereis.
mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary

Amiga da Leitora - Thais disse...

Realmente não faz muito meu tipo Van! Lamento a decepção, tbm fiquei meio decepcionada com meu ultimo livro do ano, e é tão chato quando criamos expectativas que não são cumpridas né?!

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Letícia Iauch disse...

Ei Van!

Eu amo livros policiais, e por isso acabo criando certa expectativa. Acho que talvez "O Pesadelo" não seja o livro para mim, então. Se sem expectativa você já se decepcionou, imagine eu hahahaha
Odeio livros sem surpresas, ainda mais se tratando de livros policiais!

Bjoos'
Lets

 
Layout de Giovana Joris