O Substituto - David Nicholls.

Título: O Substituto.
Original: The Understudy.
Autor: David Nicholls.
Editora: Intrínseca.
Nota: 3/5.

Para Josh Harper, ser ator significa ter dinheiro, fama, mulheres aos seus pés e o papel principal nos palcos de Londres. Para Stephen C. McQueen, trata-se de uma longa e desastrosa carreira como figurante. Stephen tem um nome que não ajuda (não, ele não é parente do famoso Steve McQueen), um agente pouco interessado, um relacionamento complicado com a ex-mulher e a filha e um trabalho como substituto de Josh Harper, o 12º Homem mais Sexy do Mundo. E, quando percebe que está apaixonado por Nora, a linda e inteligente esposa de Josh, sabe que as coisas podem ficar ainda mais difíceis para ele. Ou, quem sabe, essa não é justamente sua Grande Chance? Com personagens engraçados e diálogos irresistíveis, O substituto é uma comédia arrebatadora. (SKOOB)

Minha ressaca literária está muito forte esses dias, por isso não tenho postado muito aqui no blog, mas pelo menos consegui ler este livro. Palmas para mim, por favor (?). Ainda não sei o que pensar desse autor, infelizmente. Eu amei Um Dia, não gostei tanto assim de Resposta Certa e esse foi bem bacana. O Substituto foi uma leitura interessante, porque o final não colaborou. Tem autores que não são muito bons com finais, isso é normal, eu acho.

O livro fala sobre Stephen C. McQueen, um cara que adora sua profissão de ator, só que não teve papéis de sucesso, apenas como figurante, cara morto, esquilo e, agora, é substituto de Josh Harper, um ator super famoso que também é o 12º Homem mais Sexy do Mundo. E Josh nunca fica doente, então Stephen nunca tem sua chance de ser o ator principal da peça. Para piorar as coisas, além de ter um relacionamento complicado com sua ex-mulher e a filha, ele se vê apaixonado por Nora, que é simplesmente a esposa de Josh. Olha que vida feliz, né? Será que agora vai ser a chance dele? Será? Será?

Eu gostei do livro. Admito que meus olhos se encheram de lágrimas em algumas partes e isso é um bom sinal, não é? Geralmente. É narrado em primeira pessoa, pelo Stephen, e tem uma trama bacana. Stephen me lembrou um pouco o Joey de Friends e todo o seu drama com sua carreira de ator, só que menos simpático, engraçado e não se dá bem com as mulheres. Me incomodei muito com o fato dele sempre aceitar ficar em segundo plano, em ser muito babaca, não saber fazer nada certo e ficar se achando todo infeliz. Personagens infelizes me incomodam e me fazem lembrar de um filme que eu odeio. Algumas pessoas acham eu acho que elas acham, estou supondo segundo minhas fontes não confiáveis que personagens assim são mais reais, mas para mim eles são apenas chatos, chatos e chatos. Enfim, isso acabou estragando um pouco a minha leitura e me fez ficar com um pouco de raiva. E com um pouco de pena também, admito.

A trama é boa, gostei do lance dele com a mulher do Josh e do relacionamento dele com a filha, que era toda mimadinha e difícil de agradar. O livro fica mais nisso, em toda a luta dele nessa vida, com poucos altos e muitos baixos (?), e só, sem muita coisa acontecendo a não ser isso. Não é nada demais, porém é uma boa leitura para dar uma descansada e ler sem compromisso, sem muitas expectativas. O final é bem estranho e fica 'em aberto', sabe? Então esse foi um ponto negativo que eu encontrei. Não gosto de finais 'em aberto' porque me parece que não tem um desfecho justo com o livro. É como se as últimas páginas fossem arrancadas e parou naquela parte comum, que mais parece o meio do livro. Então isso não me agradou muito, infelizmente. Mas pelo menos dei algumas risadas da infelicidade e da falta de inteligência (em alguns momentos) do Stephen, então não foi uma leitura em vão, ainda bem, e parece ter curado minha ressaca literária.

Personagens são complicados, né? Josh, o ator famoso e estrela da peça em que Stephen é substituto, é um mala sem alça. A fama sobre na cabeça das pessoas e faz com que elas fiquem bobas, essa é a única explicação para o quanto esse personagem é chato. Ele se acha a última bolacha do pacote, mas definitivamente não é. Espero que nem todas as estrelas desse mundo artístico sejam assim. Ele é metido, sempre preocupado com a beleza e joga charme para todos. A única coisa boa nele é que é casado com a querida da Nora. Ela tem um papos interessantes, é inteligente, adorei as piadas sarcástica dela sobre o marido e fiquei com pena dela por ser casada com esse cara. E então ela conhece o Stephen e ele se apaixona por ela. Ela é muita areia pro caminhão dele, mas acho que ele não se importa com isso. Stephen é meio infeliz e solitário, ficou assim depois do divórcio ou antes, vai saber e de tantos trabalhos fracassados como ator. Senti pena dele em alguns momentos, apesar de me irritar com sua infelicidade. O coitado era muito sozinho no mundo, sem amigos e até sem geladeira (?). Isso é triste. Eu torcia para ele se dar bem, mas as coisas não são tão fáceis assim, nem mesmo para os personagens.

Resumindo: é legal, uma leitura agradável, mas não vá com tanta sede ao pote. Bom, é isso, nada mais tenho a declarar nesse finalzinho de resenha. Beijos, fim.

17 comentários:

Ariádne Tamires disse...

Haha ressaca literaria sei como é! :P
Bom eu nunca tive muitas expectativas quanto a esse livro mesmo, então acho que não vai uma das minhas leitura favoritas.

beijos

http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

Andressa Menezes disse...

Oiee

Espero que sua ressaca literária já tenha passado, é horrível!

Enquanto a esse autor nunca li nenhum livro dele ainda, tenho Um dia mas ainda não senti vontade de ler pois minha mãe não gostou muito...

Mas por ser um livro sem compromisso talvez seja interessante ler sem expectativas para curar uma ressaca assim não nos apegamos muito aos personagens.

Beijos

http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

Barbara Sá disse...

Nossa, Ressaca Literária é uma merda!
Eu estava absolutamente curiosa quanto a leitura de Um Dia e fiquei totalmente frustrada, esperava bem mais da escrita dele e confesso que agora estou um pé atrás quanto a tudo o que ele escreve.

Beijos,
www.segredosentreamigas.com.br

Poliana Araújo disse...

Oi, tudo bom?
Passando para deixar um comentário rsrs
Também não tenho muita vontade de ler o livro ,
ele não me interessou :(
Beijos*-*
Território das garotas
http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

Cássia Vicentin disse...

Ainda não tinha lido resenhas sobre esse livro. Mas, os comentários que andei lendo no twitter falam mesmo que o livro é meio 'decepcionante'. Ainda não li as obras desse autor, então não posso ficar comparando =/
Concordo com você sobre personagens chatos não serem parecidos com 'nosso mundo'. Eles são chatos, vamos aceitar os fatos. Fiquei irritada com esse personagem principal só de ler sua resenha. Se valorizar pra que?! Pois é.

Beijos
www.procurei-em-sonhos.com

Leeh Proença disse...

Nossa, ele é daqueles personagens infelizes/depressivos e acomodados?! Pqp, eu já não gosto de GENTE assim, quem dirá de personagem D: como você disse: são chatos, chatos e chatos.

Até sem geladeira HAHAH eu ri, parece aqui em casa, que não tem sofá. Mas moro em rep, e ele que mora sozinho? Como sobreviver?
Também não sou a maior fã de finais tão em aberto assim :(
Não tenho tanta vontade de ler esse livro, massss pelo menos ele curou sua ressaca HAHAH

Beijos!
Hangover

Luara Cardoso disse...

Muita gente foi com tudo pra esse livro, vi várias resenhas falando sobre isso, até porque é David Nicholls e todo mundo achou que viria uma outra versão de Um Dia e tal.
Enfim, apesar das altas expectativas, vou esperar um pouco para ler esse livro. Não é uma leitura que precisa ser feita agora mesmo.

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Bem ao contrário de vc eu já comecei com o pé esquerdo com esse autor, então eu meio que desisti de ler qualquer coisa que ele escreva XD

Ressaca Literária é tensa mesmo... ainda estou tentado curar a minha =/

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Princess Teens disse...

Não vou muito com a cara dos livros desse David )=

Beijos, Juliana
http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

Amanda Cristina disse...

Ressaca literária é complicada. Acho que estou fazendo parte de uma (pela primeira vez, e... é tão chato T_T)
Não gostei de Um Dia e não tenho a mínima vontade de ler as continuações. Personagens chatos/infelizes/ranzinzas/que só sabe reclamar definitivamente não fazem o meu tipo. Odeio e fugo deles!
E sobre finais em aberto: nossa, são muito chatos mesmo... Não gosto nada de quando terminam assim (principalmente quando são trilogias ou séries. Bléé!)

Beijinhos! www.primeiro-livro.com

Glaucea Vaccari disse...

Esse livro nunca me chamou muita atenção.
Também não gosto de finais abertos e de personagens 'coitadinhos', que só sofrem e tal. Parece ser uma história divertida, mas não tenho muita vontade de ler =/
Bjo

Amiga da Leitora - Thais disse...

Eu mega amei 'Um Dia' e desde então venho querendo ler outro livro do autor, porém ainda não tive a oportunidade. Isso sobre o que vc disse do personagem pode ser algo que venha atrapalhar mesmo a leitura, mas já que estou avisada para não ir com tanta cede ao pote - ou devo dizer livro (?)- me faz achar que não terei tantos problemas com a leitura xD

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Angela Graziela disse...

Quero ler esse livro só por causa do autor
Li um dia e me emocionei bastante

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

The Lazy Girls disse...

Oie...
Não tinha lido nenhuma resenha desse livro
Gostei, porém tó sem tempo pra ler muita coisa e tal =/
mais quem sabe logo tenho um tempinho hem? rsrs
Obrigada pela visita lá no blog !!! \o/
Tem resenha nova, se vc puder ir e
deixar um comentário me deixaria muito feliz =D
Bjão
-Rê
-Fallen In Me

Janna disse...

Oiii Van, olha que vergonha até agora não li nenhum livro desse autor (apesar de ter Um Dia em casa), mas ainda não me empolguei para ler, mas eu gostei da sinopse desse, e sua resenha me animou para ler, quero conhecer os personagens, e descobrir pq Stephe não tem geladeira kkk, brincadeiras a parte, me pareceu um livro bom.

BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Livroterapias disse...

Isso aconteceu comigo em Um dia!
Fui com muita sede ao pote e não achei nada demais =(
Adorei a dica!
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Angela Graziela disse...

Li Um dia do mesmo autor e também fiquei com uma super ressaca literária
E esse livro parece ser tão bom quanto o outro
Já esta na lista

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

 
Layout de Giovana Joris