Círculo - Mats Strandberg e Sara B. Elfgren.

Título: Círculo.
Original: Cirkeln.
Autores: Mats Stranderg; Sara Bergmark Elfgren.
Editora: Intrínseca.
Nota: 4/5.

Minoo sempre foi a melhor da turma, mas não consegue fazer amigos. Vanessa é a garota mais sexy do colégio e namora um cara bem mais velho. Linnéa tem pai alcoólatra e é malfalada na escola. Rebecka parece ter uma vida de contos de fadas, mas esconde de todos que tem um distúrbio alimentar. Anna-Karin sofre bullying e deseja ser invisível. Ida, apesar de popular, é detestada tanto pelos professores quanto pelos alunos. Elas não são amigas nem têm quase nada em comum, exceto o fato de frequentarem o mesmo colégio na cidadezinha sueca de Engelsfors. Quando uma lua vermelho-sangue surge no céu, as seis são atraídas por uma força misteriosa até um parque de diversões abandonado, onde descobrem que são as Escolhidas, um grupo de bruxas ligadas por uma antiga profecia, e que uma força terrível foi libertada. Diante de uma série de suicídios suspeitos, elas precisam se unir e aprender a usar suas habilidades mágicas recém-adquiridas se quiserem sobreviver. Juntas, formam um círculo poderoso, capaz de impedir uma profecia que anuncia o fim do mundo. Separadas, são caçadas por um inimigo misterioso que as persegue dentro e fora da escola. Lançado em Novembro, é um sucesso editorial na Suécia, os direitos de publicação foram vendidos para 21 línguas diferentes e em 2012 a Random House publicou sua versão, no Reino Unido, intitulada “The Circle“. Uma adaptação cinematográfica já estava em pré-produção, mas problemas entre a produção e os autores fizeram-na não acontecer; atualmente, os direitos mudaram de produtora, e ainda há a possibilidade um filme baseado no romance ir às telonas. (SKOOB)

Eu tenho problemas com livros que tem bruxas, já reparei isso (?). Os dois últimos que eu li simplesmente não conseguiram me animar, então, apesar de estar animada, fiquei com um pé atrás com relação a Círculo. Porém, este livro se mostrou uma surpresa macabra e boa. E o melhor de tudo? Este livro me deixou com muito medo e isso não é algo que acontece todo dia (?). Não com livros pelo menos.

O livro conta sobre seis garotas tão diferentes e que se descobrem tão iguais (?). Na noite em que uma misteriosa lua de sangue aparece no céu, essas seis garotas são arrastadas até um parque de diversões abandonado por uma força que elas não conseguem explicar. Lá elas descobrem que são as Escolhidas, um grupo de bruxas ligadas que tem um destino: salvar o mundo, basicamente, coisa fácil, todo dia eu faço isso (?). Elas então terão que deixar suas gritantes diferenças de lado e se unirem contra um inimigo em comum que quer matá-las, descobrir seus poderes e ainda saber como tudo isso está relacionado com o suicídio de um aluno no colégio delas. Tenso, tenso.

Medo, muito medo eu senti e, não, não tenho vergonha de admitir que não consegui dormir a noite direito. A narrativa é feita em terceira pessoa, permitindo mostrar as diferentes personagens que protagonizam esse livro. A escrita é boa, li rapidamente, a diagramação é boa e a capa/orelha/interno(?) são macabros, o que contribui para dar essa ar a trama, gostei muito. A trama é boa, envolvendo adolescentes, romances, superações, perigo, magia e muito medo. Sério, medo. Tem várias cenas de tensão e você logo percebe que tudo pode acontecer quando menos se espera. Há um grande enigma enquanto aos poderes, profecia e todo o lance de Escolhidas. Achei que foi em construído e explicado durando o decorrer da trama, mas mesmo assim deixando algumas interrogações para o próximo livro. É tão bom quando a maioria das perguntas que existia no começo são respondidas, me sinto aliviada (?).

Tem um ritmo bom, nem tão lendo e nem rápido demais. As informações são dadas aos poucos e algumas nem fazem sentindo na hora, mas depois vai se encaixando com outras e forma uma explicação plausível até. Achei interessante isso, porque mostra que nem tudo dá sempre certo para as garotas, fazendo com que elas tenham que se esforçar para conseguir chegar aos finalmentes. Odeio quando as personagens recebem tudo de mão beijada sem precisar se esforçar. Foi apresentado um vilão por trás de certos acontecimentos e eu já meio que sabia que era essa pessoa porque eu sou muito Sherlock Holmes só que não, isso é tão óbvio que não. Mas provavelmente, essa pessoa não é nada perto do que elas ainda terão que enfrentar, creio eu.

A parte que eu mais gostei foi: as personagens. Não, vocês não leram errado, eu realmente digitei isso. Elas não podiam ser mais diferentes uma das outras, nem se quer se falavam na escola e agora, do nada, precisam ficar juntas para que tudo dê certo. Não foi fácil, nenhuma mudou da água pro vinho em um dia e virou amiga de todas, e acho que isso foi saudável para o livro (?). Elas foram tentando entender e fazendo aos poucos com que desse certo apesar das diferenças. Esse amadurecimento das personagens fez com que o livro se tornasse ainda melhor. Os poderes de cada uma também vão sendo descobertos vagarosamente e cada uma tem que dar o seu melhor para poder entendê-los, relacionando com seus respectivos elementos, e controlá-los. Achei digno, gostei.

Minoo é uma nerd que não gosta da sua imagem e se acha feia. Ela é boa em responder as perguntas em aula, porém péssima quando o assunto é fazer amigos. Achei que ela era a que mais desejava que aquilo desse certo, sempre tentando ir a fundo do assunto e ajudar. Só que ela tem um defeito, não consegue aceitar que as pessoas possam ser melhores do que ela em certas coisas e isso faz dela um tanto invejosa. Apesar disso, vejo espírito de liderança nela. Minoo logo de cara se dá melhor com Rebecka, a garota que parece ter uma vida perfeita com um namorado perfeito, mas que esconde um segredo: é complexada com seu peso e sofre de distúrbio alimentar. Rebecka tentava fazer com que todas se juntassem para descobrir tudo isso juntas, mas nenhuma pareceu realmente interessada até que um baque de realidade acertasse elas.

Vanessa é a popular do grupo, por assim dizer. Vive com suas duas amigas e namora Wille, um cara mais velho e desempregado que ainda mora com a mãe. Consegui ver nela um bom amadurecimento no decorrer da trama, sem falar que a habilidade mágica dela é minha segunda favorita do livro, e juro que não é porque ela é minha xará (?).  Ela é insegura e desconfiada, porém depois vai se afeiçoando mais as meninas e a todo o lance de bruxas. Linnéa é órfã de mãe e seu pai mora na rua, um alcoólatra. Tem muitos boatos correndo sobre ela no colégio, mas Linnéa não liga. Ela se vê abalada com o suposto suicídio de Elias e não está convencida de que foi isso mesmo que aconteceu com o garoto. Linnéa é a mais rebelde das seis e vive a fazer as coisas do jeito dela, mesmo que não seja a melhor coisa a ser feita.

Ida é a mais detestada, sem sombra de dúvidas. Todas se veem bravas por ter que fazer parte de algo em que ela também esteja envolvida, mas eu vejo um potencial nela apesar disso tudo. Ela e a Linnéa são as únicas que não tem uma narrativa mais voltadas para elas, coitadas. E por último, tem Anna-Karin, uma garota que leva seu gatinho escondido para o colégio pois tem medo de ir sozinha e ser zombada pelos colegas. Ela é teimosa e tem o melhor poder (até agora), porém se torna totalmente diferente depois de descobri-lo. Eu entendo, ela queria se vingar e fazer ao mesmo tempo com que as pessoas gostassem dela. Mas isso não me impediu de odiá-la em várias partes.

Resumindo: recomendo, é claro. Círculo é o primeiro livro de uma trilogia (se não me engano) e foi uma leitura diferente do que eu imaginava, no bom sentindo. Porém, leia com a luz acesa e de preferência de dia, sério, muito medo. É isso por hoje, fim.

7 comentários:

Sora Seishin disse...

Oi Vanessa!
Eu adoro histórias de bruxas e histórias que dão medo, então acho que vou gostar deste livro! Tem até uma xará sua no meio!
Já leu Enfeitiçadas? Foi o último livro com bruxas que eu li e gostei.

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Cida disse...

Eu comecei a ler com o pé atrás, pelo mesmo motivo que você, outros do gênero que não foram tão bons e algumas resenhas negativas que vi, mas não é que amei a leitura, embora a magia não seja muito forte até a metade do livro, o ambiente, as garotas imperfeitas e todo o suspense foram excelentes e me cativaram. Bjos!!
Cida
Moonlight Books

Juliana Kobayashi disse...

oi
eu gosto da temática de bruxas, mas a verdade que os livros que eu leio são sempre meio bobinhos, nem um pouco assustador, sempre com um romancinho no meio. Gostei dos personagens interessantes e principalmente do fato dele ser assustador. Ele vai para a minha lista de desejados.
Tem postagem nova no meu blog
espero sua visita
bjs

-TÍTULOS DE LIVROS

Leeh Proença disse...

Oi, Van!

Nossa, eu adoooro livros assim. Ainda mais os que assustam (sou louca, sim) HAHA

Não tinha lido ainda resenha do livro, mas me animei bastante com a sua! :) Gostei!

Beijos,
Leeh - Caverna Literária
http://caverna-literaria.blogspot.com/

Criticando por aí - Caroline disse...

Vanessa, já tinha lido resenhas desse livro em outros blogs e confesso que me interesei muito, pois assim como você, as pessoas que o leram disseram que é diferente! Acho que é justamente por isso que vou arriscar! A premissa me chamou muita atenção.

Ps. seu blog é incrível! Virei seguidora e sempre que der passarei por aqui.

Beijos,
Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

lilian alipio disse...

bruxas pra mim é 8 ou 80 algumas eu gostei outros nem terminei de ler, eu amei a resenha mas você disse que deu medo e eu sou medrosa, um dia quando eu tiver coragem eu vou ler, ainda tentando entender o que o fim do mundo tem a ver com elas mas acho que só lendo o livro mesmo.
http://blogradioactive.blogspot.com.br

Raquel Machado disse...

Oi flor,
Primeiro esse livro deve realmente ser aterrorizante...kkk..sabe que eu descobri uma coisa que nem você que não me adapto aos livros de bruxas também, mas isso somente porque nenhum chegou a altura do que eu realmente imagino ser...sou fascinada por esse assunto então vai ser dificil algo desse genero me agradar.
Beijos
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

 
Layout de Giovana Joris