Bem Mais Perto - Susane Colasanti.

Título: Bem Mais Perto.
Original: So Much Close.
Autora: Susane Colasanti.
Editora: Novo Conceito.
Nota: 3/5.
Resenha por: Juliana.

Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele. (SKOOB)

Olá. Minha segunda resenha aqui do blog vai ser do livro Bem Mais Perto e é só isso, não sou boa para fazer essas introduções.

Bem mais perto conta a história de Brooke, que é apaixonada por Scott. Ela sempre quis contar que é apaixonada por ele, mas ele não a conhece e quando ela tem essa chance, Brooke descobre que Scott vai se mudar para Nova York. Para não desperdiçar essa chance com o amor de sua vida, Brooke não pensa duas vezes e vai atrás de Scott. Ela vai morar com seu pai e deixa sua mãe sozinha (casos de família). Ela começa a descobrir novas coisas na nova cidade, conhece pessoas novas e se descobre ser uma pessoa totalmente diferente agora. Tudo para convencer Scott de que eles foram feitos um pro outro.

Eu não entendi muito bem o sentindo desse livro. Porque até o capítulo 23 nada havia acontecido, e olha que o livro contém 28 capítulos. Eu achei super lento, até a metade do livro não vai acontecendo nada e vai ficando cansativo de ler. Recomendo esse livro, para você que quer um livro pra se distrair, ler um livro de bobeira em um dia. Os livros da Colsanti são super água com açúcar.

Como eu já disse, eu não entendi o que ela quis dizer com o livro. Porque de romance não tem nada. A história não foi muito interessante, eu não especulava nada para a história, porque eu já sabia que deveria ser provavelmente igual os outros romances da autora.

A Brooke vai pra Nova York morar com o pai dela, seguir o Scott. Ela desiste de tudo, das amigas dela, da vida que ela tinha na antiga cidade só para ir dizer para um menino que eles pertencem juntos. E ela é muito boba, porque se algum louco me parece na rua dizendo que mudou de cidade por mim e que eu pertenço junto á ela, eu ia ligar pro 190. Enfim, ela muda totalmente por causa desse menino, até que ela conhece outras pessoas. O John precisa de ajuda com as matérias na escola e a Sadie, amiga da personagem, indica Brooke para monitorar e dar uma forcinha pra ele. Desde o começo do livro, eu percebi que ele era apaixonado pela Brooke, mas a burra tava muito cega só pensando nela e no Scott.

O pai da personagem é invisível. Ele não aparece no livro quase, ta sempre trabalhando. Primeiro, ele chama a filha pra morar com ele, mas não está presente um segundo. Segundo, a parte em que eu percebi que ele finalmente estava em casa, os dois estavam brigando e depois acabou a briga do nada. Foi, tipo, a coisa mais tosca que eu já li na minha vida.

As amigas da Brooke são todas chatas. A April é um nojo, ela está sempre conversando com a Brooke por telefone, mas eu tenho certeza que ela é bipolar, porque num momento está tudo bem, mas depois ela está toda brava porque a Brooke não sabe o que quer da vida. No livro, diz que a Brooke, é um gênio e blablablabla, ela tem todas as chances de conseguir uma faculdade boa e ainda não sabe o que fazer da vida. No final do livro ela diz que quer fazer sabe lá Deus o que, porque eu nunca vi aquele curso de faculdade.

O Scott é muito bobão, ele é muito desligado do mundo. No livro, a Brooke conta que tem um menino na cafeteria que fica espionando ela e tals, eu preferia que ela tivesse ficado com ele. Ou que o romance tivesse sido entre os dois, acho que teria sido bem melhor.

Se eu recomendo o livro? Só se você estiver de bobeira, sem fazer nada. Ele tem a letra bem grande e os capítulos são curtinhos, então dá pra ler em apenas um dia. Sem contar que o livro não é nem grande, então...

Desta vez não teve nenhuma trilha sonora específica. Eu lembrei bastante das músicas do Beatles, porque ela menciona no livro. Então não é a música ideal para o livro, mas All You Need Is Love estava grudada na minha cabeça. Tchau.



4 comentários:

Alice Aguiar disse...

cara uma coisa qu eu percebi nessa autora, todos os livros dela são quase a mesma coisa e tipo, não é incrivelmente f* (desculpa o palavrão) só é bonitinho e tudo mais. uma leitura leve. sei lá, com um tempo a gente cansa disso.

Seguindo o Coelho Branco

Ane Reis disse...

Oie Ju =)

Não li nenhum livro dessa autora ainda. As histórias dela parecem ser bem leves, boas para se ler em um final de domingo rs...

Beijos e um ótimo final de semana;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary




Nana ~* disse...

HAHAHA gente, posso falar?
Que protagonista burra!
Sério, ainda não li o livro, mas certeza que eu ficaria fula da vida com essa menina.

E se o tal do Scott for um bobão mesmo, aí que ia me irritar mais ainda.

tenha um ótimo final de semana

Nana - Obsession Valley

Janna disse...

Oi Ju, assim como a sua irmã você também tem um jeito engraçado de escrever resenhasr rsrs. Li esse livro a bastante tempo e odiei ela se mudar de cidade para ir atrás do Scott, mas no fim isso foi bom pra ela, ela pode perceber que podia fazer muito mais coisas que achava não ser capaz. Foi uma leitura agradável até...tipo sessão da tarde.

Beijos!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris