Bruxos e Bruxas - James Patterson e Gabrielle Charbonnet.

Título: Bruxos e Bruxas.
Original: Witch & Wizard.
Autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet.
Editora: Novo Conceito.
Nota: 2/5.

No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós. (SKOOB)

Estava tão confiante de que esse livro seria interessante. Não tinha tantas expectativas, mas eu esperava que fosse agradável de ler. Li um livro do autor e não gostei, mas resolvi dar uma segunda chance. Infelizmente acabou não dando muito cedo.

O livro conta sobre um mundo dominado pela Nova Ordem, onde o poder supremo é apenas do Único Que É o Único. Não tem música, internet ou livros. Ó vida triste. Os irmãos Allgood foram tirados de suas casas e presos acusados de bruxaria. Eles terão que enfrentar juntos esse tempo difícil e descobrir se tem mesmo esses possíveis poderes mágicos ou não.

Eu nem sei o que dizer sobre este livro. Os capítulos são narrados em primeira pessoa, sendo intercalados entre o Whit e a Wisty. Também são incrivelmente pequenos, alguns têm apenas uma página, e pela primeira vez vou dizer que isto foi ruim. Foram pouco desenvolvidos, alguns não falavam nada importante e isso me irritou um pouco. Achei confuso esse mundo novo e não me lembro de algum capítulo que tivesse uma boa explicação pra tudo isso. Teve algumas, mas não foi o suficiente para mim. Sou chata mesmo, fazer o que.

O começo foi interessante, não foi negar. Os irmãos são tirados dos pais, sem motivo aparente e tem que sobreviver sozinhos. Daí muitas coisas sem noção acontecem e logo eu já não entendia mais nada. Senti falta de uma trama mais desenvolvida. Teve algumas partes de ação, mas nada tão demais. Tirando o começo, nada mais no livro foi interessante para mim, infelizmente. Talvez eu não tenha entendido nada porque eu não tenho poderes mágicos, vai saber (???). É tudo estranho e confuso, só isso que posso dizer.

As personagens são chatas. Às vezes eu não conseguia distinguir um irmão do outro, sempre achava a narração do Whit era da Wisty, já que ela é quem tem um destaque maior e sempre está narrando loucamente. O Whit é o irmão mais velho. Ele tem menos narrações do que a irmã, como já disse, mas eu até que gostei um pouco dele, apesar de ele ser bem estranho. A Wisty é a mais aventureira. Ela é invocada, sério. Eles ficam sempre juntos, se ajudando e fazendo um trabalho em equipe. Nessas horas é bom ter irmão/irmã, pelo menos você não enfrentará o mundo distópico sozinho quando for separado dos seus pais (?).

O Único Que É O Único é um bobo e eu juro que esse é mesmo o nome dele, pelo menos todo mundo chama ele assim. Um dos vilões mais sem graça, sério. No final eu até senti que um possível medo seria registrado da minha parte, mas foi passageiro e não deu certo. Teve outros que me deram mais medo do que ele, tipo o cara com o chicote maligno. Sério, muito medo.


Resumindo: o começo foi bacana, mas depois a trama foi caindo. Infelizmente não foi uma leitura proveitosa para mim. Se você quiser ler apesar da minha resenha, boa sorte. É isso por hoje, fim.

13 comentários:

Luiza disse...

ahh!!Eu tenho esse livro mas ainda não tive tempo para leitura,
Bjs
http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

Princess Teens disse...

Não tenho interesse em ler o livro...

Beijos, Juliana.
http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

Natália Sena disse...

Vixi, parece que esse livro não é nada atraente, me senti confusa só de ver sua resenha. Olha que gosto de temas de bruxos.

www.rockcomluxo.com
www.instagram.com/rockcomluxo

Juliana Kobayashi disse...

Oiii
preciso dizer que sua resenha me deixou triste, não apenas pq eu já comprei esse livro, porque acabei de fechar uma outra compra com a continuação kkkk
Eu li a sinopse no site e tinha achado interessante, mas agora fiquei preocupada! Eu nunca gosto tanto de capítulos com narradores intercalados pq acabo confundindo qm é qm, principalmente no começo da leitura (lerda, eu sei). Mas fiquei triste de saber que a trama foi pouco desenvolvida e que o vilão é uma porcaria... depois dessa vou demorar para tomar coragem para enfrentar esse livro :P

Tem postagem nova no meu blog,
espero sua visita
bjinhus

-TÍTULOS DE LIVROS
titulosdelivros.blogspot.com.br/

Rachel Lima disse...

HAHAHAH, que dó. Eu me diverti bastante com este livro, Ness! Gostei da trama apesar de ser simples e nem tão explicada - mas afinal, é um livro bem juvenil. Uma pena você não ter gostado ):
Beijos, Ness!

Chel Lima
http://corujando.org

Procurei em Sonhos disse...

Não sinto a menor vontade de ler essa série porque, 19 em cada 20 resenhas que li sobre ela foram negativas =/

Beijos,
www.procurei-em-sonhos.com

Luana Karla disse...

Acho que não iria gostar do livro. É péssimo né, quando o livro começão muito bom e vai ficando chatinho? Horrível! Adorei a sua resenha;
Beijos,
Luana Karla - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

Patricia Caroline disse...

Esse livro também não atingiu minhas expectativas, pois todo mundo estava comentando sobre ele e quando li, não vi muita graça. É legal, mas sinto que faltou alguma coisa para melhorar, né?
Beijos!

Sofia disse...

Oi, Vanessa!
Quando Bruxos e Bruxas lançou, o livro logo não me chamou atenção, e mesmo com mil e uma resenhas positivas, continuo não interessada na leitura. Mas se tivesse oportunidade, creio que leria.

Beijo,
Sofia - Lendo de Tudo

Amanda Faustino disse...

Fico bem em cima do muro, alguns falam que o livro não é tão bom, mas outros falam que adoraram e tal. Preciso ler logo para saber o que acho, espero mesmo gostar, mas não tenho nenhuma expectativa.

Beijos,
Mands - Outbreaks.

Fernanda disse...

Ouvi tantas resenhas falando bem desse livro que fiquei morrendo de vontade de ler. Acho que é a primeira resenha que vejo criticando a história. Gostei de saber o seu ponto de vista do livro, afinal, cada um possui uma opinião diferente não?
Apesar disso, acho que vou dar uma chance, até porque nunca li nenhum livro desse autor.
Ah e odeio esses livros que tem nomes de personagens, além de difíceis, muito parecidos. Sempre me confundo para saber quem é um e quem é outro.

http://contoscomfalhas.blogspot.com.br/

The Lazy Girls disse...

Oi Vanessa ;)
Eu sempre fico meio assim com os livros da NC, infelizmente todas as resenhas que leio dos livros da editora são ou ruins ou do tipo "tem partes boas" e isso não me anima...
Bom eu não dava muito ao livro por causa da minha implicância (?) com a editora e depois da sua resenha com certeza não vou ler! rsrs

Tem post novo lá no blog, quer ler?
Desde já obrigada!

Fallen In Me
- PatyScarcella

Amanda Almeida disse...

Vixe Vanessa, eu comecei a leitura desse livro e tô num banho maria desde então. Até que no inicio, como você disse, até que era empolgante, mas, jesus, chegou em um ponto tão chato que meu Deus, não consigo mais nem continuar, e o pior, recebi a continuação da editora e estou em uma situação de ou eu faço um comunicado dizendo que abandonei, ou insisto e vejo no que dá.
Abraços flor,
Amanda Almeida
Você é o que lê

 
Layout de Giovana Joris