Laços de Sangue (Bloodlines #1) - Richelle Mead.

Título: Laços de Sangue.
Original: Bloodlines.
Autora: Richelle Mead.
Editora: Seguinte.
Nota: 3,5/5.

Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade. Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney... O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais. (SKOOB)

Olá galera o/ Eu sei, voltei a demorar para postar no blog, acho que sempre demoro. Esse final de ano está uma loucura na minha vida acadêmica, mas logo tem as férias ai. Enfim, vamos a resenha de hoje. Esse é o primeiro livro dessa autora super querida por várias pessoas (inclusive minha melhor amiga, espero que ela esteja lendo essa resenha) que eu li. E... não vou adiantar nada, vamos a resenha.

O livro conta sobre Sydney Sage, uma garota alquimista que não tem uma vida muito fácil. Ela deve proteger os humanos da existência dos vampiros e também tem que protegê-los se isso proteger os humanos (?). Ela é chamada para proteger a princesa Jill Dragomir de pessoas que querer matá-la, pobre coitada da nobre vampira. Mas ela acha os vampiros criaturas antinaturais e conviver dia a dia com eles pode ser bem mais complicado do que ela pensa, principalmente quando um desses vampiros é o baladeiro Adrian. E ainda tem tem que lidar com um ensino médio, coisa que ela já fez com os estudos em casa.... eu não queria ser essa menina nesse livro, coitada, eu senti dó.

Eu curti o livro, sério. Fazia algum tempo que eu não lia um livro exclusivo dos nossos colegas imaginários ou nem tanto que possuem presas e esse foi um bom livro para me relembrar o quanto eu gosto dele, apesar de todo mundo não aprová-los (?). A escrita da autora é boa e envolvente, fácil de ler. O livro é narrado em primeira pessoa pela Sydney e, graças aos deuses literários, ela não é uma personagem/mocinha ruim, na verdade ela é muito interessante. A trama é bacana e eu acabei pegando alguns spoilers básicos de Academia de Vampiros, mas isso não significa que você precisaria ter que ler essa série antes de Bloodlines. Eu entendi tudo (e algumas coisas perguntei para a minha especialista em vampiros) e gostei da história.

A trama de toda essa proteção para a princesa e das tatuagens com poderes estranhos foi o tema do livro, eu creio. Achei bem feito e adorei o fato da personagem principal ser uma humana e achar os vampiros estranhos e fora do normal, mesmo que alguns deles fossem legais. Apesar de eu achar isso tudo legal na literatura, se acontecesse ao vivo e a cores comigo, eu não sei se iria achar isso tão legal assim. Provavelmente eu sairia correndo, desmaiaria ou, se eu tivesse coragem, pediria um pouco de sangue pra fazer uns testes (?). Nunca se sabe.

Então porque não teve mais estrelinhas? Eu gostei, mas creio que estava esperando mais. Acho que foi toda a expectativa por esse ser um livro da autora e todo mundo fala super bem dela, mas eu ainda não tinha lido nada. O fato de você não dar uma nota alta para um livro é um problema de vários fatores (????). Também achei que poderia ter um pouco mais de ação, as coisas mais interessantes aconteceram bem no finalzinho e eu achei que poderia ter espalhado mais dessas cenas por todo o livro, já que os vampiros estão sempre em brigas. Mas também tem o fato de os Moroi não serem muito bons de briga, pelo menos o Adrian não gosta de sujar as mãos lindas dele com esses trabalhos braçais. Enfim, esse foi um dos defeitos que eu encontrei, mas também pode ter sido uma falha minha por conta das altas expectativas. Eu disse, um problema de vários fatores (?).

Personagens me agradaram. Eu achei a Sydney muito bacana, apesar de ela ser um tanto estranha com suas convicções e tudo mais, mas eu entendo que ela foi criada assim. Ela era muito confiante nas pessoas e tentava dar o melhor de si em tudo. Às vezes ela exagerava um pouco, porém ainda assim gostei dela. Senti pena por ela ter um pai tão babaca igual ao dela, francamente, coitada. Ela tinha tudo para ser uma protagonista chata e irritante, mas ela seguiu para o caminho certo e se livrou disso (?). Jill, a princesa, e Eddie, o guardião dela, foram bem divertidos também. No começo eu tinha minhas dúvidas enquanto a eles, admito. Depois fui vendo que as coisas não eram bem assim e gostei deles. Outra coisa que eu gostei foi que todos os personagens são um tanto misteriosos e sombrios, você acaba desconfiando de tudo e todos.

Ok, o Adrian não é tãããão sombrio. Achei ele bem mais baladeiro e divertido, adorava quando ele implicava com a Sydney - que acontece praticamente no livro todo. Eu senti pena dele no começo também e um pouco de raiva. Ele se comportava como um vampiro mimado e que não queria nada com nada. Depois eu também acabei dando o braço a torcer e passei a esperar que ela ficasse melhor. Gostei dele também, muito, assumo. Dois dos personagens de VA foram citados nesse livro, que foi a Rose e o Dimitri. Não sei como eles são em VA, já que não li a série, mas senti através desse livro que eles são dois arrogantes, não sei porque. Sério, eles são assim? Porque eu não gostei muito dessa Rose que eu imaginei através do livro, mas o Dimitri... já estou curiosa a respeito dele, sempre que eu lia o nome dele imaginava como ele era (?). Enfim, ainda preciso ler a outra série para ver se essas informações são mesmo verdadeiras.

Resumindo: eu curti a trama, adorei os vampiros, faltou um pouco de ação e vou começar a ler VA assim que possível. Eu recomendo, é claro, me diverti bastante com esse livro, tem várias partes engraçadas (pelo menos eu achei). É isso galera, nada mais a declarar, fim.

13 comentários:

Andressa Menezes disse...

Oiee

Também publiquei a resenha do livro hoje e compartilho da mesma opinião eu esperava mais ação, mas a leitura flui fácil mesmo.

Beijos e parabéns pela resenha.

www.livrosechocolatequente.com.br

Ane Reis disse...

Oie Van =D

Pelo visto tá difícil curar essa sua ressaca literária heim rs...

Não li nada da Richelle, mas vou criar vergonha na cara para começar A Academia de Vampiros antes que o filme seja lançado rs...

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary


Flávia disse...

ahhhh, eu amei Bloodlines <3
eu li bem no lançamento em inglês (e nào lia tradução ainda D:) então já faz algum tempo, nem lembro muito bem a história, mas lembro que amei ahaha
Mas acho que se eu tivesse lido sem ter lido VA, talvez não fosse gostar assim. Ainda mais porque ia receber um milhão de spoilers importantes de VA(!!!)
Fico feliz que você tenha gostado da série, mas, sério, recomendo que você leia VA antes, porque aí entende os personagens melhor e e e sei lá, VA é muito bom de qualquer forma.
xx
Flávia - http://hangoverat16.blogspot.com.br/

Amanda Almeida disse...

Oi Vanessa, tudo bem?
Sempre li elogios quanto a escrita dessa autora e estou cada vez mais curiosa. Vou procurar pelos ebooks na amazon.
abraços,
Amanda Almeida
Você é o que lê

Julia G disse...

Oi Vanessa, eu sou super fã de VA, então logo que li esse livro me encantei. Realmente tem alguns spoilers no livro da serie anterior, mas acho que se você lesse a série iria amar ainda mais o Adrian.

Beijos

Rayra Mirelem disse...

Eu tenho muita vontade em ler esse livro, pela sua resenha acho que vou curtir a leitura!

Beijos, Paradoxo Perfeito

Hangover at 16 (contato) disse...

Muito boa a sua resenha! Mas acho que vou preferir terminar de ler VA primeiro pra depois poder aproveitar bem essa série! :D

xx Carol
http://hangoverat16.blogspot.com.br/

Glaucea Vaccari disse...

Nunca li nada da autora, mas academia de vampiros me chama mais atenção que esse.
Eu tô cansada de mocinhas chatas cheia de dramas, bom saber que a desse livro não é.
Bjo

Erica Ferro disse...

Ih, não curto essas paradas de livros com vampiros e tal. Não sei por que, mas o gênero me é intragável. Sou chata, né? (risos)
Mas, cara, pra quem gosta, Richelle Mead é uma escritora que é referência nesse tipo de literatura. Foi o que me disseram, ao menos.
E seja bem-vinda de volta ao blog (risos). Eu tenho dessas pra demorar a postar também. Imagina: ter que conciliar as atividades bloguísticas com a vida de acadêmica e de atleta. É loucura, loucura, loucura... (risos) Mas é possível, sim, com jeito, com planejamento etc.

Um abraço, Vanessa!

Sacudindo Palavras

Janna disse...

Oi Van eu também gostei bastante do livro, e como você eu também não tinha lido nada da Richele...Ah eu não tive essa impressão da Rose e do Dimitri de serem arrogantes, fiquei na maior curiosidade para conhecer o Dimitri.
Parabéns pela resenha.

Beijos!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Nicole Vieira Fabri disse...

Estou mega ansiosa para ler esse livro *-* Sua sinopse é muito engraçada, eu acho que todas as sinopses deveriam ser assim HUSHAUS

Nicole Vieira Fabri disse...

Estou mega ansiosa para ler esse livro *-* Sua sinopse é muito engraçada, eu acho que todas as sinopses deveriam ser assim HUSHAUS

Princess Teens disse...

Não sei se iria gostar...
Mas posso tentar HAHAHA
Tchau.

Beijos, Juliana.
http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

 
Layout de Giovana Joris