A Sociedade Cinderela - Kay Cassidy.

Título: A Sociedade Cinderela.
Original: The Cinderella Society.
Autora: Kay Cassidy.
Editora: Galera Record.
Nota: 2/5.

Aos 16 dezesseis anos, Jess Parker se acostumou a ser invisível. Depois de mudar de escola várias vezes por conta do trabalho do pai, ela se conformou com o status de eterna garota nova. Mas agora Jess tem a chance de uma vida: um convite para participar da Sociedade Cinderela, um clube secreto das garotas mais populares da escola, onde makeovers fazem parte do pacote. Mas há mais a ser uma Cindy que apenas reinventar o visual. E Jess está prestes a descobrir. (SKOOB)


Esse livro é todo gracinha com o sapato de cristal na capa e o pink nas orelhas do livro. A sinopse da contracapa dá a impressão de que o livro é muito interessante. Porém, minha fase de 'livros-bons-mas-não-bons-o-suficiente' ainda não passou e esse livro não conseguiu escapar. Minhas últimas resenhas só estão assim, né? Triste história da minha vida literária (?).

O livro conta sobre Jess Parker, uma garota que sempre andou excluída/nas sombras porque se mudava muito e nunca podia se enturmar direito na escola. Eis então que ela recebe um convite para ser da Sociedade Cinderela, para ser uma Cindy e defender os Joviais das Malvadas e... ok, essa sinopse está horrível, mas não quero dar muitos spoilers e sair contando a história toda, porque não sei fazer essa sinopse sem spoilers, sorry.

Clichê. Esse livro me lembrou muito Meninas Malvadas, sabe? É meio bobo não o filme, este sim é divertido da primeira vez que você assisti, depois perde a graça pra mim. O propósito é bacana, as meninas da Soc são totalmente engajadas em fazer o bem para as pessoas que precisam delas e para elas mesmo - estando sempre com a autoestima boa. Mas esses nomes usados para denominar quem é quem e toda a briguinha delas foi bobo pra mim. Talvez o livro tenha sido escrito para público mais novo (to velha já), talvez minha irmã gostasse dele ou não, ele é mais crítica do que eu às vezes.

Enquanto aos detalhes técnicos, o livro é narrado em primeira pessoa, pela Jess. A letra é boa e os capítulos não são grandes, então dá para ler tranquilamente. Eu gostei do começo do livro, com ela sendo escolhida e todo o medo que sentia ao pensar que aquilo poderia ser uma brincadeira e que iriam rir dela. Eu fiquei com medo por ela, mas já adianto que tudo dá certo. Depois que ela entra na Sociedade, ficamos a parte de todas as regras e afins que elas têm. E elas são irritantes! Algumas fazem bem pra alma, como autoestima e roupas novas (??), mas tudo começou a me irritar no desenrolar da trama. Me pareceu que a Sociedade transformava as meninas em 'miss' para que elas fossem felizes. Porque elas não podem ser felizes usando roupas comuns? Isso me incomodou, nada digno, ninguém anda como uma top model 24 horas por dia! Ou você anda assim? Porque eu não ando.

As personagens são complicadas. Eu não lembro o nome de todas as Cindys e de todos os seus esconderijos e lances secretos, me perdoem. A Jess era bacana no começo. Ok, ela era meio excluída e desajeitada, mas eu gostei dela assim. Depois da Sociedade ela ficou diferente e se preocupando com umas coisas nada a ver. O bom é que ela não é tão submissa as regras da Sociedade, então isso foi bacana. Tem a Sarah Jane, uma Cindy que ajuda a Jess com as coisas. Que chata! Sério, no começo eu até a achava simpática, mas depois não aguentava mais nem ler os diálogos dela. A Lexy é a vilãzinha da trama. Ela vive tentando fazer a Jess se dar mal e isso dá certo em alguma vezes, coitada. Não foi uma vilã legal, ela estava mais para aquelas malucas estranhas. E por último tem o Ryan, o rapaz por quem Jess cai de amores. Ele divide seu tempo entre ser um sapo e depois príncipe, e por assim vai.

Resumindo: eu não curti por completo, mas teve momentos bons e algumas lições das Cindys são válidas. Se você está procurando um livro mais sério, passe longe deste; mas se quer algo mais leve, experimente e veja o que acha. Esse é o livro 01, provavelmente tem mais, eu creio, nunca sei de nada. É isso por hoje, fim.

2 comentários:

Amanda disse...

Oi, Vanessa!

Já vi esse livro por aí em sites e blogs, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Capa, título e sinopse não chamaram a minha atenção.

Que pena que a leitura não te agradou tanto. Pela sinopse que você fez do livro, enquanto eu lia o segundo parágrafo pensei, exatamente, na palavra clichê, rs. E você a coloca no parágrafo seguinte. Bom, não é um livro que eu leria.

Falando em 'Sociedades' eu acabei lembrando da série Sociedade Secreta da Diana Peterfreund. Eu li os 4 livros e gostei demais. Se você tiver curiosidade depois procure sobre os livros, caso ainda não conheça. :) Recomendo bastante. Como os personagens estão na faculdade não tem essa "fórmula" dos livros que acontecem na High School. - E também não tem foco em triângulos amorosos que tanto me irritam, rs. Enfim, to falando demais. :} Mas é uma série que recomendo. o/


Beijos,
{Lendo & Comentando}

Janna disse...

Oi eu também não gostei tanto assim do livro, é uma leitura para você se distrair, igual você disse tem umas lições que são válidas, mas num todo o livro é bem fraquinho.

Beijos!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

 
Layout de Giovana Joris