A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - Jennifer E. Smith.

Título: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista.
Original: The Statistical Probability of Love at First Sight.
Autora: Jennifer E. Smith.
Editora: Galera Record.
Nota: 4/5.

Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia. (SKOOB)

Olha que lindo, no dia dos namorados e eu aqui postando a resenha desse livro romântico. Bom, primeiro feliz dia dos namorados para todos, pros solteiros também! Não gosto de preconceitos (?). E segundo, eu preciso comentar isso antes de começar a resenha, que nome cumprido é esse? Cansei só de digitar o nome dele ali no começo, sério.

A (..) Estatística do Amor (..) fala sobre o 'e se?'. E se Hadley tivesse chegado a tempo de pegar o avião? Mas ela se atrasou e isso mudou a vida dela. Na espera para um outro voo, ela conhece Oliver. Um britânico super fofinho que também está indo para Londres assim como ela e, olha só que sortuda, acaba sentando ao lado dela na viagem. É basicamente isso, falo mais sobre as coisas na resenha. Ainda não sei porque faço esse resumo.

Eu adorei o livro! A narrativa é em primeira pessoa e quem narra é a Hadley. O livro (apesar do nome complicado) é muito gracinha, é fininho e a leitura é super agradável. Se passa em vinte quatro horas, então a história de amorzinho é super rápida, mas muito fofa. Não é spoiler, vocês provavelmente sabem que eles ficam juntos no final, fala sério. Apesar de tudo, achei que poderia ter incluído mais alguns detalhes, mais emoção. O final é gracinha, mas eu esperava algo totalmente diferente. Ficou bom, mas enfim, poderia ter sido melhor.

Tem toda uma lição sobre o amor. Os pais de Hadley são separados e agora o pai dela vai se casa, por isso ela está indo para Londres. Só que ela não o vê faz tempo, parece que nem o conhece mais. E isso é muito triste gente, de verdade. Se os pais querem se separar, tudo bem, acontece. Mas os pais não podem se separar dos filhos! Filhos são forever. Então nas cenas em que ela tem com o pai eu achei muito fofa, assim como a conversa dela com a mãe. Gosto desse lance de pais e filhos nos livros, só que a maioria dos pais dos personagens são tão chatos. Por favor autores, criem pais legais (?).

Os personagens são gracinhas. Vou falar mais sobre a Hadley e o Oliver, já que eles são os principais e basicamente é deles que eu tenho mais o que falar. A Hadley é super gracinha. Ela tem um pouco de claustrofobia, então a parte em que ela está no avião junto com o Oliver, que está tentando acalmá-la, é super gracinha. Ela está indo sozinha para Londres para o casamento do seu pai, não gosta da noiva dele e definitivamente preferia estar indo para o fim do mundo, mas não para lá. Achei uma boa personagem. Ok, talvez um pouco estranha, só que eu gostei dela, de verdade. O Oliver é todo gracinha. Até agora não sei sobre o que ele estuda, não acreditei no papo dele. Em alguns momentos fiquei com raiva dele, assumo, mas depois tudo passou. Adorei, muito lindinho esse casal.

Resumindo: adorei o livro, super recomendo para quem gosta de livros fininhos, histórias bobinhas, porém super fofinhas. Enfim, é isso, nada mais tenho a falar. Fim.

9 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Vanessa! Já li A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista e curti bastante. Muito fofo! Beijo!

Andressa Menezes disse...

Oieee também acabei de ler o livro e achei muito fofo ótima fica do dia dos namorados ... daqui a pouco também publico a resenha desse no meu !!

Beijos

Andressa
http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

Mari Patrício disse...

A palavra que resume esse livro pra você é ~gracinha~ né. haha

Curti, livro sem muita enrolação, espero que caia nas minhas mãos um dia. :B

Beijo, Mari.
http://www.papersblood.com/

Larissa Rippel disse...

Parece ser bem legal esse livro! E "gracinha" também! kkkkk
Ás vezes é bom ler um história bobinha assim para relaxar!

livroscontosesonhos.blogspot.com.br

Dani Cristina disse...

Parece súper fofo mesmo este livro :)
Adorei a sinopse.
Beijos!

Janna disse...

Oi Van eu adorei esse livro, muito fofo néh, tão gostosinho de ler, adorei a sua resenha, ah eu também acho legal quando fala nos livros sobre os relacionamentos entre pais e filhos, eu gostei dos pais da Hadley =)

BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Ane Reis disse...

Oie Van =)

Estou com o ebook desse livro aqui me esperando para ler, mas estou meio que dando prioridade a livros mais antigos na minha estante.

Pela sua resenha já percebi que vou gostar muito desse livro, afinal romance gracinha é bem a minha cara *---*

Adorei!

Beijos linda e uma ótima semana;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Andressa Menezes disse...

Adorei o livro também essa semana eu coloco a resenha dele no meu também.

Beijos

Andressa
http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

Cássia Vicentin disse...

Poxa, eu imaginava esse livro muuuito diferente *o* adorei a história (pelo o que você escreveu).

Beijos
www.procurei-em-sonhos.com

 
Layout de Giovana Joris