Um Lugar para Ficar - Deb Caletti.

Título: Um Lugar para Ficar.
Original: Stay.
Autora: Deb Caletti.
Editora: Novo Conceito.
Nota: 3/5.

O relacionamento de Clara com Christian é intenso desde o começo e diferente de tudo o que ela já havia experimentado. No entanto, o que começa como um grande afeto rapidamente se transforma em obsessão, e já é muito tarde quando Clara percebe que as coisas foram longe demais e que Christian está disposto a fazer de tudo para ficar ao seu lado. Então, Clara parte da cidade e Christian fica para trás. Ninguém sabe onde ela está, mas, mesmo assim, Clara ainda luta para se livrar do medo. Ela sabe que Christian não vai permitir que ela suma tão facilmente. Não importa para onde ela vá, nunca será longe o bastante... (SKOOB)


Eu estava querendo ler esse livro faz um tempinho, só que nunca conseguia encaixar ele na minha lista de leitura. Para falar a verdade, nem sei por que ainda faço essas benditas listas já que não as cumpro. Admito, fiz uma para as minhas leituras das férias e não sei se vou conseguir dessa vez - provavelmente não. Talvez eu aprenda a lição. Igual a menina do livro.

Um Lugar para Ficar conta sobre Clara, uma menina que está em plano de fuga. Começando desde o começo: ela conheceu Christian, um menino muito encantador a primeira vista, e começaram a namorar. O relacionamento sempre foi muito intenso, porém com o passar do tempo o garoto se mostra um verdadeiro maluco, disposto a fazer o que for preciso para manter a menina ao seu lado. Clara então foge com o seu pai para uma cidadezinha próxima ao mar, tentando fugir de Christian. Ela só não sabia que não seria longe o bastante. Obviamente ela deveria ter mudado de continente.

Esse livro foi muito intenso para mim, desde o começo. É um daqueles que deixa a pessoa ainda mais paranoica – e acredite, eu já sou muito paranoica por qualquer coisa. A narrativa é em primeira pessoa e narrado pela Clara. Os capítulos são intercalados: um mostra como ela está atualmente e outro com lembranças dela e o menino, contando o motivo de ela estar fugindo. Fiquei muito curiosa para saber esse motivo. Ok, já imaginava que o namorado tinha se tornado um psicopata e essas coisas, mas isso não me impediu de ficar curiosa. Vou contar uma coisa, tenho problemas com livros que me deixam curiosa ou muito envolvida na trama: tenho tendência de demorar a ler. É sempre assim, até mesmo com seriado TVD que o diga, francamente. Então eu demorei um pouco mais do que o planejado para terminar essa leitura.

Porque deu só três estrelinhas então?”, é o que vocês podem estar me perguntando ou não. A autora escreve muito bem e até adorava as notas que foram incluídas no rodapé pela própria personagem – mesmo que fosse para explicar algumas coisas bobas. A trama me deixou envolvida no começo, mas com o passar do tempo acabou me cansando. Acho que demorou muito para chegar ao óbvio da questão, que seria (NÃO É SPOILER, MAS AVISO MESMO ASSIM) ele a encontrando. Pela sinopse podemos perceber isso. Já suspeitava de como iria acabar e tudo mais. Talvez o final que a autora deu a história da Clara e do Christian me surpreendeu. Entretanto, pensei um pouco e fez sentido terminar daquele jeito. Foi uma maneira bem real que ela encontrou de finalizar. Gostei.

A Clara é uma personagem bem azarada, se me permitem dizer. O primeiro namorado dela já não foi boa coisa e o segundo é maluco, eu não ariscaria um terceiro. Vai que a autora escreve uma continuação para o livro, né? Eu teria medo. Mas enfim, acho que ela cresceu com o passar da trama. Sempre achava que a culpa era dela pelo relacionamento estranho e por Christian ter se tornado maluco. Só que não era culpa dela, não era culpa de ninguém. E a garota, é claro, precisou de um livro inteiro (271 páginas) para entender, mais ou menos, isso.

O Christian era um charme no começo, entretanto dava uns indícios de que já era um ciumento. Ela vai alertando sobre alguns sinais dele durante as lembranças e de como ela gostaria de ter percebido isso antes. Mas as coisas nunca são como as pessoas querem, fato isso. O pai dela é um escritor me lembrou Castle e super gracinha. Sempre apoiando a filha e tentando a proteger. Ele a avisou sobre o Christian, mas ela não escutou. Então está ai uma lição para se aprender com esse livro além de se perdoar por coisas que não fez: escutar os pais/amigos/pessoas-em-quem-confia. Do novo pessoal que aparece na vida dela tem o Finn, que é super carinhoso e querido. Tem também o irmão dele, Jack, e a irmã dele.

“Pra falar a verdade, eu nunca contei esta história a ninguém. Pelo menos não a coisa toda, e nem a verdade por completo. Só estou contando agora por uma única razão: uma história não contada tem um peso muito grande que pode levar você para o fundo do abismo e deixá-lo lá como um navio naufragado no fundo do oceano. Isso eu aprendi.” (Página 5)

Resumindo: um livro cheio de lições de vida e que podem te deixar um pouco paranoica. Apesar de tudo, eu recomendo o livro e acho que quem gostar de um livro mais tranqüilo com uma pitada de drama e tensão, vai adorar. É isso ai, não tenho mais o que dizer, fim. 

16 comentários:

Ana Leonilia disse...

Oi! :)
Eu terminei o livro esses dias.
Achei que proposta do livro era interessante e tinha tudo para ser ótimo.
Mas Clara é irritante e a história previsível. Quase não terminava de ler, por causa da narrativa maçante.

Mas, como você disse, deixa algumas lições.

Bjs ;)

Marcelle Dantas disse...

Oi Van!

Essa é um livro que eu tenho vontade de ler. Acho a capa dele bel legal e a história deve ser bem tensa mesmo... Como sempre ótima a sua resenha!

beijos,

Marcelle
bestherapy.blogspot.com

Aione Simões disse...

Oi Van!
Não tenho muita vontade de ler esse livro, mas, como você, esses livros que me envolvem totalmente também estão destinados a serem livros que vou amar hehe
Uma pena que o meio da história tenha sido meio lento e cansativo...
Beijão!

Amanda Almeida disse...

Oi Vanessa, tudo bem flor?
Eu tenho vontade de ler esse livro, mas tenho receio por ser um pouco paranoica também. Mas vou dar uma chance pra ele depois, quem sabe, se ele estiver em promoção.
Abraços,
Amanda Almeida

Carolina disse...

Ele lembra um livro que li há pouco tempo e vai ser minha próxima resenha: Bitter End. Também é sobre uma menina com um namorado maluco, mas nesse caso ele é violento.
Acho que com Um Lugar Para Ficareu teria o mesmo problema que tive com Bitter End. Não consegui me envolver tanto com o livro porque já meio sabia o que iria acontecer com o namorado maluco e coisa e tal. Mesmo ele sendo super fofo, eu já comecei o livro não gostando dele.

Beijo
Sun Rises Here

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Vanessa! Estou ansiosa para ler Um Lugar para Ficar! Beijo!

Samantha M. disse...

Olá, Vanessa!

Eu não gostei muito desse livro. É válido dizer, realmente, que ele é cheio de lições e etc, mas ao mesmo tempo é muito arrastado...

Também achei interessante a forma que a autora trata o assunto abordado no livro. ^^

Beijos,

Samantha Monteiro
Word In My Bag
http://wordinmybag.blogspot.com.br/

Angélica Roz disse...

Oi Vanessa!
Aconteceu a mesma coisa comigo! Da metade para o fim, desanimei com a leitura. E tudo é previsível demais! Então enche o saco... :/
Muito boa a sua resenha! :)
Beijos!!

Livia Castro disse...

Sua resenha ficou muito boa, expôs bem os pontos relevantes da história. As demais resenhas que li sobre esse livro tiveram opinião e nota semelhantes a sua, que o livro é apenas bom. Ainda pretendo lê-lo pra tirar minhas próprias conclusões.

Adorei seu blog *-*

Beijos
http://literarioecultural.blogspot.com.br/

Thais Priscilla disse...

Eu gostei bastante do livro por abordar um tema bem do nosso dia-a-dia, já que vemos tantos casos de relacionamentos como o da Clara nos telejornais.
Gostei da sua sinceridade na resenha.

Beijinhos,
Thais Priscilla
http://thaypriscilla.blogspot.com

Ane Reis disse...

Oie Van!

Bem eu já sou meia paranoica então, acho que não vou ler esse livro XD, imagina eu ficar pior do que já sou rs...

Adorei a resenha florzinha!

bjus e até amanhã =D

anereis.
mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary

Rapha disse...

Oi Vanessa *-*

Oxi, quer dizer que eu tbm vou ficar paranoica, entao!!! Deu até receio de ler o livro :/ Mas vou ter que encarar.

Espero que eu nao ache o fim tao obvio, odeio qndo isso acontece :P

Beijao
Rapha ~Doce Encanto

Marina Oliveira disse...

Gostei bastante da sua resenha e, apesar de sua nota não ter sido muito alta, fiquei ainda mais curiosa sobre esse livro. Espero ter oportunidade de lê-lo em breve. :)
Beeeijos

Letícia Iauch disse...

Ei Van!

Eu também sou bem paranoica, mas já fui mais ainda. Quando eu era mais nova tinha medo de namorar e o cara ser um psicopata - tipo o Christian. Mas ainda bem que isso não aconteceu (ou pelo menos eu espero que não, já que meu namorado ainda não demonstrou nenhuma tendência psicopata).
Achei a trama bem bacana, só dá medo de ficar muito lenga-lenga no meio de tudo isso aí mesmo. Mas talvez um dia eu leia, se tiver a oportunidade (:

Bjoos'
Lets

Camila Costa disse...

Eu gostei desse livro! Sinceramente eu não dava m** nenhuma por ele e acabei gostando de verdade! Curti as notinhas de rodapé da clara, o pai confuso dela, a confusão da vida do pai dela misturada na vida dela, tudo confuso se confundindo... A unica coisa que eu incrivelmente não gostei foi o Finn; tipo ok ele é legal, mas o problema não é ele, é ele ter aparecido. Tipo "OH REALLY QUE QUANDO VC TÁ NA PIOR EM UMA CIDADEZINHA CHARMOSA NA BEIRA DA PRAIA UM CARA GOSTOSO E FOFO SE APAIXONA POR VOCÊ. Daora a vida!" Só que não. Tava tudo real, e perfeitamente imaginável na vida real tirando ele; foi o que eu achei haha
enfim, comentário virando bíblico já ahah
Beijo

http://blogcabelosaovento.blogspot.com.br

Janna disse...

Oi Vanessa, eu quero mto ler esse livro, adoro livros que te envolvem e te deixam assim meio paranoica rsrs, histórias intensas curto bastante, espero ler e gostar...

Bjos!!!

 
Layout de Giovana Joris