Sob a Luz da Lua - Andrea Cremer.

Título: Sob a Luz da Lua.
Original: Nightshade.
Autora: Andrea Cremer.
Editora: Galera Record.
Nota: 3/5


Best seller do New York Times, Sob a luz da lua, é o primeiro livro da série Nightshade, de Andrea Cremer. A protagonista Calla Thor não é uma menina normal, e sempre soube que seu destino seria se unir a Ren Laroche, sendo sua fiel companheira até o último dia de suas vidas. Só que Calla, assim como Ren, é tão humana quanto loba. Alfa dos Nightshades, ela é responsável pelo bem estar e segurança dos outros integrantes de seu grupo e deve obediência aos Defensores, feiticeiros que vigiam os humanos desde tempos imemoriais. Tudo estaria a salvo se não fosse Shay Doran, um misterioso humano que faz Calla transgredir as severas leis que regem seu mundo e colocar em risco não só a sua vida, mas a de todos aqueles que ama. O segundo volume da série acaba de ser lançado nos Estados Unidos e também já está na lista de mais vendidos do New York Times. No site da autora www.andreacremer.com a seção Sound Scripts cria uma trilha sonora para acompanhar a leitura do livro, capítulo a capítulo.

Pois é, essa resenha já deveria ter saído faz um tempo, mas estava difícil terminar esse livro. Daí vocês devem estar imaginando 'poxa, isso deve ser porque a história é ruim ou a narrativa é ruim ou tudo é ruim'. Nada, isso foi tudo por causa de um personagem. Juro!

A história do livro é interessante. Eu não gosto de lobos e lobisomens, mas resolvi dar uma chance a eles e ler esse livro. Tem duas matilhas, os Nightshade da qual Calla é a loba alfa e os Banes que tem Ren como alfa. Ambos tem que se casar para formar uma matilha nova. Eles sabem sobre esse destino deles desde sempre, afinal eles deviam obediência aos Defensores - que são feiticeiros que vigiam os humanos e os lobos - e devem acatar suas ordens. Mas então, Calla estraga tudo (sempre a mocinha tem que estragar tudo) quando salva um humano da morte, Shay, e acaba se apaixonando por ele. Vivendo essa paixão proibida, ela começa a se questionar sobre seu futuro e o mundo que ela conhece até agora.

Eu sei, minhas sinopses são sem graças, desculpa. De todo jeito, gostei do tema. Envolve lobos, feiticeiros, antiguidade, segredos e humanos - é claro, né. A narrativa é em primeira pessoa e vemos toda a história através do ponto de vista da Calla, a mocinha da história. Tem uma boa narrativa, você lê sem problemas. No começo eu fiquei um pouco em dúvida sobre o que os Defensores, Guardiões e afins eram, mas com o passar do livro é tudo explicado.

E vale falar nessa resenha o quanto essa capa é linda e o quanto a Galera fez um trabalho bacana. Por dentro do livro é dourado, ain, maravilhoso. Isso não importa na resenha, mas eu gosto de falar.

Calla é uma boa mocinha. Ela age como uma alfa, defende seus amigos e luta por eles. Mas sabe o problema? Ela é mocinha. Mocinhas agem feito bobas algumas vezes. Eu adorava as cenas dela com Ren, o lobo alfa da outra matilha que eu adorei de paixão, mas quando ela estava com Shay... queria matá-la! Então sim, Shay foi o responsável por meu atraso na leitura. Personagem chato, não gostei. Ele entrou aos quinze minutos do segundo tempo e já queria mudar tudo na vida da Calla. Bom, ele mudou e mostrou uns segredos para ela, mas mesmo assim. Alguns humanos só atrapalham. Mas enfim, só ele é chato, o resto é bem legal. Os defensores são malvados, mas eu super gostei deles. Vai entender.

De qualquer jeito, eu recomendo o livro se você gosta do gênero sobrenatural e de lobos. Só espero que vocês gostem de todos os personagens, de verdade. Mas se você já leu e não gostou do Shay, por favor, comente na resenha e vamos falar mal dele juntos, ta? *-*

17 comentários:

Niii disse...

yes= Shay é totalmente chato!

Aione Simões disse...

Hahahhaa...Quando você disse que demorou pra ler, na hora pensei "Certeza que foi por causa de um personagem"!

Não li ainda, então não posso opinar!
Parece bom, mas não estou desesperada pra ler... A capa é lindíssima!

Beijos!

Mariana Patrício Melo disse...

ioahsdiohda suas resenhas não são sem graças, são ótimas! Adorei essa :)

Eu quero ler agora que você falou, geralmente também sou do contra e gosto dos outros personagens.


Beijos, Mari.

http://www.papersblood.com/

Juan disse...

Esse livro despertou minha atenção, gosto de intercalar minhas leituras, que geralmente são do gênero policial e fantasia, com um pouco de sobrenatural. Essa estória parece ser legal. Boa resenha!

http://sempre-lendo.blogspot.com/

Abraços
Juan

Ane Reis. disse...

Oie Van!

Ok, gosto de lobos rs... mas acho que essa temática tá meio batida e por isso estou fungindo deste tipo de livro.

Gosto das suas resenhas por que elas são tão sinceras quanto as minhas rs...

bjus

anereis.

mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary

Cy. disse...

Eu me interesse até pelo tema quando a história é bem escrita e não vira um "clichê" estilo crepúsculo (tá, eu não cheguei a ler mais do que um capítulo, mas não é o tipo de livro que me atrai). Mas quando a leitura é agradável e a história se desenrola de uma forma que vocÊ se interesse por lê-la, aí eu gosto. Até me interessei pela história, pois, além do fantástico, também tem a ver com as relações entre as pessoas (não só amorosas, mas grupos, hierarquias, etc).

Se me sobrar um dinheiro no fim do mês acho até que vou atrás do livro, mas preciso pensar duas vezes, já que parece ter um personagem que impaca a leitura, hehe.


Adorei o blog!! voltarei mais vezes.
Um abraço,
http://ninanoespelho.blogspot.com

Gabriel M. Souza disse...

oi, Vanessa!
agora estou meio em dúvida se leio ou não o livro, tenho medo que histórias assim acabem virando clichês ou repetições de Crepúsculo... (a mesma fórmula: um amor proibido que envolve o sobrenatural, a mocinha quem narra, etc), mas talvez eu dê uma chance no futuro...
beijos,

Gabriel M. Souza
http://carolespilotro.blogspot.com

Nanda disse...

Ei Vanessa,

Ainda não li, mas estou curiosa. Tenho visto resenhas bem empolgadas sobre ele, acho que a sua é a primeiro que vejo com nota 3 rs.

bjos

Thaís Varine disse...

Eu acho essa capa do livro tão linda. Esse ano foi o melhor ano das capas. Teve uma melhor que a outra. Mesmo com o que você falou da personagem eu me sinto bastante curiosa pra ler ;D

Juliana disse...

hahahahah Eu ri da sua resenha!
Eu ainda não li esse livro, então não posso falar d Shay cm você ainda, mas só pelo que vc escreveu dele, sinto que não gostarei dele também ><"

E siiim, mocinhas sempre estragam tudo, morro de raiva ¬¬' hahaha

Não sou muito fã de lobos, mas quer ler esse livro :D Tô lendo Calafrio agora e até que tá legalzinho - mesmo o Sam sendo meio Edward e traumatizado demais pro meu gosto, mas ENFIM. Ainda assim é fofinho *-*

Beijo, Van!!

Ju
julianagiacobelli.com

Thayane Almeida disse...

olá linda boa sort nos sosrteios viu =) beijinhos e obrigada por me seguir.

http://girlscosmetic.blogspot.com

Lari disse...

Não li ainda.
Não sei se sou muito fã de lobos. HAHAHAHA
mas fiquei curiosa.
Tirando esse Shay aí né? HAHA

besos

Marina Oliveira disse...

Tenho bastante vontade de ler esse livro, espero ter a oportunidade em breve. Além de eu adorar lobos *-*, sua resenha me deixou mais curiosa ainda. Pode deixar que, se eu não gostar do Shay, virei falar mal dele com você. *-* usahsauhsausah
Beeeijos

Marina Oliveira
http://distribuindosonhos.blogspot.com

Lu disse...

Posso dizer que PREEEEEEECISO ler esse livro. Mas mais é pela capa mesmo, que necessito dela na minha estante ahahha Olha, lobos nuncaaa me atrairam muito, tanto é que nunca li sobre eles. Mas o livro acima de tudo parece ser super bom... Entao serei obrigada a comprar e ler, essa capa é taoooo linda... Uma das mais lindas q já vi aahah bjss

Luciana Mara disse...

Ei Van!

Então, não li nada apenas sobre lobos, acho que este será o primeiro livro.

E vc e sua síndrome de personagens...kkk

Mas não ligue! Pelas resenhas que li, muita gente não gosta do Shay ;)

Bjins

Lana disse...

Mocinha definitivamente não me encantam muito! rsrs

Mas a história parece ser boa! Eu ando meu saturada de lobos, mas dependendo do livros e de como o autor conduz a história, dá para ler e gostar!

Beijosss

Lana
HUnters Culture

Mariana disse...

Até hoje não li muitos livros relacionados a lobos/lobisomens, acho que esse é o segundo (que eu lembre agora só Calafrio)... só que esse me chamou muita atenção. Primeiro pela capa, e depois pela personagem principal, na sinopse ela parece ser bastante forte. Mas vou ler antes de criar qualquer expectativa. Obrigada pela resenha, beeijos!

 
Layout de Giovana Joris